Respeita as Mina

Respeita as Mina

quinta-feira, 26 de março de 2020

Rede Municipal de Ensino de Cairu mantém estudantes em atividades pedagógicas domiciliares...

Desde o dia 18 de março, logo após a suspensão das aulas decretada pelo Prefeito Fernando Brito, os estudantes da Rede Municipal de Ensino de Cairu passaram a contar com a interatividade para continuar aprendendo neste período de quarentena. Escolas e creches têm recebido orientações dos coordenadores pedagógicos, com atividades sugeridas para o alunado. A clientela da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I têm realizado atividades de leitura e exercícios programados de acordo com o planejamento da secretaria municipal da Educação, inclusive trabalhando as datas comemorativas, como por exemplo, o dia do circo e a Páscoa.

Por meio das redes sociais, as crianças tem recebido toda a atenção com bastante criatividade e compromisso dos professores que, conectados, enviam matérias de interação domiciliar aos pais, visando mantê-los entretidos e concentrados durante uma parte do dia. Brincadeiras educativas, livros virtuais, histórias em quadrinhos e exercícios. Todo material virtual enviado está sendo orientado pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), de acordo com um planejamento adaptado à realidade da quarentena.

Alguns educadores têm se destacado no comprometimento com as crianças, neste período de isolamento social, a exemplo da professora da Educação Infantil, Neide Sousa, da Creche Nossa Senhora da Luz, do Morro de São Paulo, que tem até gravado aulas on-line durante a aplicação de atividades lúdicas. "Estou interagindo com as crianças da minha turma desde o primeiro dia. Esta semana estou fazendo um vídeo de contação de história", disse ela.

"Apesar de preocupados com o tempo que irá durar essa quarentena de prevenção e combate ao coronavírus, estamos vendo o empenho dos professores, gestores, coordenadores e equipe da secretaria, que, em "home office" têm trabalhado para manter a aprendizagem, ajudando a propor métodos de interação produtiva entre as famílias, os alunos e as escolas", destacou a secretária Luana Figueiredo.

Antes da suspensão das aulas, as escolas e creches já haviam trabalhado o tema da higiene, lavagem das mãos e medidas adotadas na prevenção a disseminação do coronavírus, com orientações de assepsia utilizando materiais educativos, de acordo com cada faixa etária. Agora, com o ano letivo interrompido, os alunos têm tido acesso virtual à dinâmicas, jogos, brincadeiras educativas, leitura de livros, contos, histórias e músicas a serem cantadas com os pais em casa, além de desenhos para colorir, exercitar a tabuada, caligrafia, alfabeto e confecção de objetos recicláveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário