Respeita as Mina

Respeita as Mina

domingo, 20 de outubro de 2013

SAJ Outubro Rosa: Entidades Empresariais realizam palestra em parceria com a AMO

Entendendo a importância de alertar as empresas de Santo Antônio de Jesus sobre os perigos do câncer de mama, as Entidades Empresariais aderiram ao amplo projeto de conscientização para a causa que vem sendo realizado durante todo o mês de outubro, pela Clínica AMO e as Amigas do Peito. 

No dia 10 de outubro, foi a vez do Espaço Empresarial receber uma palestra sobre o tema com a presença de empresárias e colaboradoras do comércio mais barato da Bahia. A palestra foi ministrada pelo Hematologista Vitor Hugo e debateu o combate a doença, que já é considerada por muitos como o mal do século.

Em 2012, mais de 7,8 milhões de pessoas morreram em decorrência do câncer, contudo, o dado mais alarmante, segundo Vitor Hugo, é que em mais de 30% dos casos o avanço da doença poderia ter sido evitado se houvesse prevenção. “Atualmente no Brasil a neoplasia (câncer) ocupa o segundo lugar no ranking das doenças que mais matam no país e infelizmente entre as mulheres, o de mama é o tipo que mais mata”, constatou o médico utilizando dados do Sistema Único de Saúde.

Durante a palestra o especialista relatou a evolução de descobertas históricas da doença, explicou como ela acomete um paciente e elencou diversos hábitos que são responsáveis diretos pela sua aparição como o consumo de carnes defumadas, sedentarismo, uso exagerado de bebidas alcóolicas, uso de esteroides e anabolizantes e agrotóxicos, entre outros.

Como prevenção, o palestrante recomendou a ingestão de frutas e verduras por serem alimentos muito ricos em antioxidantes, a prática de exercícios físicos e a realização de consultas médicas e exames clínicos como a mamografia, Papa Nicolau e Ultrasson mamária.

“Conhecer é poder. Não podemos tratar o diagnóstico de um câncer como uma assombração. É uma doença séria, mas pode ser prevenida e tratada na grande maioria dos casos”, finaliza Vitor Hugo.
(Aloma Brito - ACESAJ/CDL/SINCOMSAJ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário