Respeita as Mina

Respeita as Mina

terça-feira, 20 de agosto de 2013

SAMU de Valença deverá entrar em funcionamento até o final de 2013‏...

Secretário Solla esclareceu a complexidade do setor da saúde
Ótimas notícias para Valença marcaram a Audiência Pública realizada na Câmara de Vereadores nesta segunda-feira (19).

O evento teve a participação do secretário Estadual da Saúde, Jorge Solla, da prefeita Jucélia Nascimento, secretários, vereadores e representantes de associações. 

Através de indicação do vereador Adailton Francisco, aprovada por unanimidade, a oportuna audiência produziu importante debate e esclareceu os principais pontos sobre a complexidade do setor de saúde do município. 

A prefeita Jucélia Nascimento destacou a disponibilidade e a atenção do Governo do Estado em atender as reivindicações de Valença. “Temos que registrar o ótimo atendimento que toda equipe do governo tem para com Valença. Já estive em três audiências com o governador Jaques Wagner e a vinda do secretário Jorge Solla para esta audiência é uma prova desse comprometimento”, disse.

Jorge Solla foi sabatinado por quatro horas e respondeu de forma positiva aos questionamentos. O secretário afirmou que o Serviço Móvel de Urgência (SAMU), será instalado ainda em 2013. “Vamos trabalhar para inaugurar o SAMU em outubro,” disse ele. 

A Prefeitura está adequando o Posto de Saúde Bolívia 2 (Centrão), para receber o equipamento, enquanto isso, as ambulâncias, incluindo uma UTI móvel, já estão sendo equipadas. Quanto à regulação para o SAMU, Valença terá o município de Ilhéus como referência para os serviços de emergência. Procedimentos de urgência e outros, poderão ter como destino o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus e a própria Santa Casa de Misericórdia de Valença. Sobre a Santa Casa, o hospital já tem disponível, através de convênio celebrado com o governo do Estado, R$ 1,2 milhão para a construção da UTI neonatal e UTI para adultos.

No bojo das boas notícias Solla também confirmou a efetivação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O repasse de R$ 175 mil mensais, recursos do Ministério da Saúde, considerado insuficiente para o funcionamento do equipamento, foi colocado pelos vereadores. O secretário Solla anunciou que Valença pode vir a receber R$ 300 mil para a manutenção da UPA, isso graças a um novo processo de qualificação disponibilizado pelo governo federal.

Como complemento, o governo de Valença está reformando seis unidades básicas de saúde. O município também receberá quatro médicos, através do Programa Mais Médicos.

CAPS 3
Solla sugeriu que o município implante o CAPS 3, equipamento que tem o financiamento do Estado e do Governo Federal, com recursos suficientes para um bom funcionamento sem que o município precise aportar mais dinheiro.


SOBRE ATENDIMENTO DE PACIENTES NO HOSPITAL DE SAJ
“Não tem cabimento o hospital de Santo Antônio recusar pacientes de Valença”, disse Solla. Em audiência com a Direção do hospital, os vereadores de Valença tiveram a garantia que pacientes com estado de saúde caracterizado como emergência seriam atendidos. Outros atendimentos poderão ser feitos em Itabuna, local da regulação macro da central dos leitos da região.

Presente ao evento, o provedor da Santa Casa, Guido Magalhães disse que um novo convênio está sendo firmado com o Governo do Estado para a realização de cirurgias ortopédicas.

Um bom público prestigiou a audiência com Solla
(Ascom PMValença)

Nenhum comentário:

Postar um comentário