+ DE 20 obras

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Prefeitura de Valença está INADIMPLENTE há 400 dias

Dê uma olhada no inacreditável espelho de consulta do site da Caixa Econômica Federal (CEF) sobre o Município de Valença... Lá está estampado que o último Certificado de Regularidade do FGTS (CRF número 2010091601050830147657) da prefeitura perdeu sua validade em 15 de outubro de 2010!!!

Estar regularizado perante o FGTS é condição obrigatória para que a prefeitura possa relacionar-se com os órgãos da administração pública e com as instituições oficiais de crédito. Para verificar mais esse absurdo (Certificado de Regularidade da PMV) acesse: 
http://www.sifge.caixa.gov.br/cidadao/crf/crf/fgecfshistoricostatusregul.asp

Você vai precisar do número de inscrição do CNPJ “básico” da prefeitura Municipal de Valença que é 14235899. O CRF é o único documento que comprova a regularidade do empregador perante o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, sendo emitido exclusivamente pela CEF.

Valença, sob o “desgoverno” do prefeito Ramiro Queiroz, não paga, não se acerta com o FGTS há quase 400 dias. Fato que torna o município inadimplente, imobilizado para assinar convênios ou até mesmo receber verbas via Caixa Econômica Federal. Esta prova é facilmente constatada no site CAUC) do Tesouro Nacional, através do link:
http://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/cauc/regularidade_consdisp_cauc.aspcod=3957&nm=valenca

É por isso que as verbas federais não chegam até aqui. Não adianta conseguir com o deputado A ou B. Todas as obras que dependem da adimplência do Município de Valença estão, neste momento, inacabadas!

CONTAGEM REGRESSIVA:
FALTAM 362 DIAS PRA ESSA ADMINISTRAÇÃO INCOMPETENTE
SER REPROVADA, FRAGOROSAMENTE, NAS URNAS...!
Até lá!!!

5 comentários:

  1. JORNALISTA DESINFORMADO PRODUZ MATÉRIA INÚTIL!!!

    AO SR
    JORNALISTA!!!

    É LAMENTÁVEL QUE UMA PESSOA QUE SE DIZ JORNALISTA, NÃO APURE PRIMEIRO A VERACIDADE DOS FATOS ANTES DE DISPONIBINIZÁ-LOS NA INTERNET OU EM OUTRO QUALQUER VEÍCULO DE INFORMAÇÃO. PARA OS MAIS E DESAVISADOS, A TÍTULO DE INFORMAÇÃO: O PREFEITO RAMIRO REALIZA MENSALMENTE O PAGAMENTO DE PARCELAMENTO ATÉ OUTUBRO/2013, FRUTO DE UMA DÍVIDA DE DESGOVERNOS PASSADOS. AINDA COM RELAÇÃO À CRF, O JORNALISTA ESQUECE DE DIZER QUE O MONTANTE DA DÍVIDA REFERE-SE AO DESGOVERNO DE DR. RENATO E CLÁUDIO QUEIROZ DO QUAL ELE FOI ASSESSOR.
    O PREFEITO RAMIRO ENVIOU UM PROJETO DE LEI À CÂMARA PARA APROVAÇÃO DA MUDANÇA DE REGIME DOS FUNCIONÁRIOS E TÃO LOGO SEJA APROVADO, FAR-SE-Á O PARCELAMENTO DESTA DÍVIDA QUE VEM SE ARRASTANDO HÁ ALGUNS GOVERNOS. MAIS UMA VEZ, O PREFEITO RAMIRO ESTARÁ AQUI PARA PAGAR AS DÍVIDAS DE OUTROS GOVERNOS.
    O JORNALISTA É CHEIO DE TELHADO DE VIDRO E QUER TRANSFORMAR O TIO EM VIDRAÇA!!!. ACONSELHARIA O TAL JORNALISTA A RETORNAR PARA O BANCO DA ESCOLA FUNDAMENTAL I E II OU ATÉ MESMO CONSULTAR MELHOR AS BOAS, SAUDÁVEIS E VERDADEIRAS FONTES.

    ISNAR LUZ
    TI – PREFEITURA MUNICIPAL DE VALENÇA

    ResponderExcluir
  2. VÁ GRITAR LÁ COM OS SEUS IGUAIS!

    Meu caro leitor Isnar Luz "TI" (rsrsrs),

    Parece-me que o desinformado aqui é você! Vejamos o porquê:

    1) O dendenews.com não inventou nada do que foi dito na matéria. Você pode espernear à vontade, mas perante ao CAUC do Tesouro Nacional o Município de VALENÇA ESTÁ INADIMPLENTE desde outubro de 2010. Há 400 Dias! (kkkkk). O “seu” CRF expirou em 15\10\2010 e nada, neste instante, pode provar o contrário. Até um dia antes de 15 de outubro do ano passado Valença estava adimplente... de lá pra cá, segundo o Tesouro Nacional e a Caixa Econômica Federal, “sua” assinatura não vale nada num contrato de convênio entre a prefeitura de Valença e órgãos da administração pública e instituições oficiais de crédito.

    2) Quanto à aprovação do regime único dos funcionários na Câmara Municipal, ela não atenua em nada a situação atual de INADIMPLÊNCIA da “sua” prefeitura de Valença. A dívida, herdada ou não, terá que ser PAGA para que Valença volte a ter condições de tocar obras com verbas federais. Mas pelo visto, tem faltado COMPETÊNCIA...

    3) Quanto à minha assessoria ao amigo Cláudio Queiroz foi encerrada, por mim, em julho de 2006; seis meses depois do início do governo do jovem ex-prefeito. Não me dei esse tempo todo para ver o que aconteceu nos outros 2 anos e 4 meses de governo...

    4)Pra finalizar:

    a) Adoro os “assuntos” dos fundamentais I e II, por isso já estou lá com eles. Não precisa “me mandar”. Demérito nenhum!

    b) Só pra lembrar: a culpa e a incompetência da INADIMPLÊNCIA do Município de Valença com o Tesouro Nacional é do prefeito Ramiro Queiroz e as baleias de Roberto Carlos! Não se meta nisso. Não é de sua “ossada”.

    c) E um aviso: seja mais educado da próxima vez. Senão ficarei sem condições de interagir com o seu comentário. Não faz bem à humanidade descer o nível para se fazer entendido... O equilíbrio faz um beeeeem onde quer que ele esteja...

    ResponderExcluir
  3. Este blog esta igual ao jornalivre inventa noticias absurdas ! será vamos com calma pessoal1

    ResponderExcluir
  4. Anônimo Leitor,

    Se existe invenção esta é do Tesouro Nacional e da Caixa Econômica Federal (CEF).

    Deixe de "onda" e dê uma olhadinha nos links abaixo. Lá sim, você verá onde mora o absurdo...

    http://www.sifge.caixa.gov.br/cidadao/crf/crf/fgecfshistoricostatusregul.asp

    http://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/cauc/regularidade_consdisp_cauc.aspcod=3957&nm=valenca

    ResponderExcluir
  5. PAGUE A DÍVIDA, ISNAR, PAGUE LOGO!

    É incrível como Isnar não aceita o fato de que tem que pagar a dívida, mesmo herdada das administrações passadas, para colocar Valença em condições de tocar obras de convênios com o Governo Federal.

    Dívidas essas que quem disputou a eleição 2008 tinha conhecimento...

    Se não aguentava pra que veio...!? Pague a dívida, Isnar, pague. Ela é do Município de Valença... gerada ou não pelas gestões passadas...

    A cidade não merece sofrer com tanta inadimplência...

    Chame Beto da Vila que ele resolve isso num prazo de 15 dias... 403 dias é dose...!

    Concorda!!!???

    ResponderExcluir