+ DE 20 obras

terça-feira, 11 de abril de 2023

Moradores de Cova da Onça pedem nova reunião com Defensoria Pública na Ilha de Boipeba

Favoráveis ao desenvolvimento sustentável da Ilha de Boipeba, representantes da Associação de Filhos e Amigos de São Sebastião (Cova da Onça) encaminharam hoje à Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE) um documento solicitando que seja realizada uma nova reunião em São Sebastião para discutir a possibilidade de implantação do projeto Fazenda Ponta dos Castelhanos, localizado no entorno da comunidade.

De acordo com o documento, a “reunião ampliada” que a DPE realizou na Vila de Boipeba, no último dia 04/04/2023, foi um ato injusto e equivocado. “A nossa participação foi prejudicada, porque dificultaram o nosso deslocamento, causando severos prejuízos que precisam ser apurados e reparados o mais breve possível”, aponta o diretor executivo da Associação, Ronaldo da Luz Oliveira. “Além disso, a Defensoria não convidou o Inema, a Prefeitura, os empreendedores responsáveis pelo investimento”.

Ainda segundo o representante da Associação, “a maioria esmagadora da comunidade de Cova da Onça” quer a realização de outra reunião com a mesma pauta, só que dessa vez contando com a presença dos maiores interessados, que são os moradores da Cova da Onça.

“Reivindicamos a oportunidade de realizar essa nova reunião, urgentemente, ainda no mês corrente, com a presença do que temos de melhor em governança: universidade, poder executivo e legislativo, representações empresariais e as organizações sociais que atuam nesta unidade política e ambiental tão singular”, diz o diretor.

Reativada recentemente pelos moradores de Cova da Onça que não se sentiam representados por uma outra entidade local, a Associação completou 20 anos de funcionamento e conta com a participação de mais de 90 por cento da comunidade.

“Há muitos pontos a tratar e diversos temas a esclarecer para que a vontade do nosso povo seja respeitada sem a pressão de pessoas de outras localidades que desconhecem os desafios que foram descritos em nosso abaixo-assinado, com mais de 300 assinaturas de pessoas idôneas”, diz Oliveira.

Os moradores da Cova da Onça consideram que a chegada de novos empreendimentos no entorno da comunidade contribuirão para a melhoria da qualidade de vida na região. Segundo eles, a eventual implementação do projeto Ponta dos Castelhanos, por exemplo, vai gerar emprego e renda na comunidade.

Ponta dos Castelhanos
O projeto Fazenda Ponta dos Castelhanos é um condomínio residencial rural com 69 lotes, sendo dois deles destinados à comunidade de São Sebastião (Cova da Onça) para construção de um Centro de Cultura e Capacitação (CECC), campo de futebol, equipamento esportivo e estação de tratamento de resíduos. Preveem também a construção de duas pousadas de até 25 quartos cada e até 25 casas assistidas (ainda dependendo da aprovação do Inema), um atracadouro flutuante para pequenas e médias embarcações e a recuperação da pista de pouso já existente, tudo isso cumprindo rigorosamente 59 condicionantes socioambientais. Ao contrário do que vem sendo divulgado, o projeto autorizado pelo Inema não prevê a construção de campo de golfe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário