Respeita as Mina

Respeita as Mina

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Reunião discute novas ações para implantação da UFRB em Valença...

Representantes do Governo de Valença, da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e de organizações da região do Baixo Sul estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira, 23, tratando do projeto da vinda da UFRB para esse município. Na pauta uma discussão e abordagem de ações necessárias à elaboração de um diagnóstico mostrando características da realidade local, através de dados, por exemplo, educacionais, culturais, sociais, econômicos, de infraestrutura, moradia e segurança. .Esse diagnóstico servirá para apontar perspectivas gerais do desenvolvimento do município e específicas ao embasamento do referido projeto.

O encontro aconteceu no Centro de Referência da Mulher e dele participaram Maurício Ferreira e Aida Maia, ambos da UFRB e indicados pela instituição como atuais responsáveis pela coordenação dos trabalhos para a implantação do campus Valença; Eduardo Azevedo, chefe do escritório local da Ceplac – Camamu; Adalício de Jesus, pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Valença e coordenador do Núcleo Executivo do Território do Baixo Sul; Clara Ramos, aluna da UFRB (Sto. Antonio de Jesus); Ademir Costa e José Alexandre Aquino, respectivamente secretários municipais da Indústria e Comércio e do Planejamento, além de Cláudia Silva e Antônio Daniel, diretores municipais do Meio Ambiente e da Juventude, e Josival Barbosa, coordenador para assuntos estratégicos da secretaria da Educação de Valença. Essas pessoas formaram, então, uma comissão mista encarregada dos trabalhos que passarão a ser desenvolvidos.

A partir de um roteiro apresentado na reunião sinalizando para as ações e providências a serem tomadas, o grupo definiu algumas diretrizes para o atual momento do projeto de implantação da UFRB em Valença. O cumprimento ou encaminhamento dessas diretrizes é o que deve constituir a pauta da nova reunião da equipe, marcada para o próximo dia 13 de maio, na Ceplac, como sequencia do trabalho.
(Ivanmar Queiroz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário