Respeita as Mina

Respeita as Mina

sexta-feira, 27 de março de 2015

Secretaria da Juventude participa do Fórum Estadual de Promoção da Igualdade Racial‏...

A ampla representatividade e um caráter plural de discussões marcaram a abertura da 12ª Reunião do Fórum Estadual de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial, na quarta-feira (18), em Salvador. O evento seguiu até sexta-feira (20), contou com uma extensa programação, entre debates sobre as conquistas e desafios na execução de políticas destinadas à população negra, na perspectiva dos organismos governamentais nos municípios, além da atuação do Governo do Estado neste campo. A abertura das atividades, coordenadas pela Sepromi, contou com a presença de diversas secretarias estaduais, como Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Educação (SEC), Saúde (SESAB), Políticas para as Mulheres (SPM), Desenvolvimento Rural (SDR) e Coordenação de Desenvolvimento Agrícola (CDA).

O titular da secretaria Municipal da Juventude, Antônio Daniel, participou do fórum representando a prefeita Jucélia Nascimento, e trouxe para a plenária importante discussão acerca dos programas para a juventude. “Temos a obrigação de pontuar em riqueza de detalhes para o Governo do Estado, que temos uma numerosa juventude negra na nossa Valença e precisamos também levar a política de igualdade para todos, e, é claro de forma macro. Este é mais um momento de busca, e com certeza não levará muito tempo para executarmos ações para o público do tão exitoso Programa Nacional Juventude Viva.”, pontuou.

A titular da Sepromi, Vera Lúcia Barbosa, destacou o papel dos gestores e gestoras no desenvolvimento de políticas públicas que sejam capazes de “alterar e melhorar a qualidade de vida da população negra de seus municípios”. Para ela, além do desafio de transversalizar as políticas e gestar recursos, trata-se de fazer uma disputa ideológica diária. “É importante apoiar este espaço legítimo, colhendo dados, informações e dialogando sobre a realidade dos municípios”, disse Vera Lúcia. A titular da pasta ressaltou, ainda, o esforço para interiorização de políticas, incentivo à criação de conselhos, o fortalecimento do Programa Nacional Juventude Viva, organismos municipais e valorização dos espaços representativos da sociedade civil para conquistas sociais mais profundas.

A socióloga Vilma Reis, representando o Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra da Bahia (CDCN), lembrou a necessidade do empenho coletivo pela regulamentação de pontos do Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa, para ela considerado instrumento fundamental na implementação de “verdadeiras políticas de Estado”. Ela lembrou do pioneirismo da Bahia com a criação da Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa e implantação do Centro de Referência Nelson Mandela. 

A abertura do Fórum de Gestores também contou a presença de personalidades e órgãos da relação de parcerias institucionais, a exemplo de Matilde Ribeiro, ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e atual professora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB); dos representantes da Fundação Cultural Palmares, Fábio Barreto; do Banco Mundial, Fernando Blanco, dentre outros integrantes da Secretaria Nacional de Promoção da Igualdade Racial.
(Ascom/Juventude)

Nenhum comentário:

Postar um comentário