Respeita as Mina

Respeita as Mina

sábado, 10 de março de 2018

Editais do Projeto Bahia Produtiva é lançado em Camamu...

O Município de Camamu sediou na última sexta-feira (9) o lançamento territorial dos quatro editais do Projeto Bahia Produtiva, uma grande iniciativa do Governo do Estado de apoio à agricultura familiar, comunidades quilombolas e povos indígenas, através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Centenas de pequenos agricultores, representantes de entidades, técnicos e lideranças políticas lotaram o salão do Kiepe Esporte Clube, que também contou com as presenças dos deputados Paulo Magalhães (federal), Rosemberg Pinto (estadual) e da prefeita Ioná Queiroz.

O chefe de gabinete da SDR, Geandro Ribeiro, representou o secretário Jerônimo Rodrigues no evento. Ribeiro afirmou que Camamu e região passam a contar com um forte investimento do Governo do Estado na área da agricultura familiar. Já o secretário da Agricultura de Camamu, Manoel Luís, exaltou os avanços do setor durante a gestão do governador Rui Costa, apontando a falta de políticas públicas por parte do atual Governo Federal, ao mesmo tempo agradeceu a prefeita o empenho em fomentar a agricultura local.

Representando os vereadores presentes, o edil Mamaco citou as necessidades das comunidades rurais, demonstrando gratidão ao Governo do Estadual por beneficiar o pequeno agricultor e as comunidades quilombolas e indígenas, com o acesso aos recursos do Bahia Produtiva.

O deputado federal Paulo Magalhães falou do trabalho do governador em parceria com a prefeita Ioná. “Este evento mostra a preocupação de Rui Costa com a agricultura familiar, de maneira a gerar e dar condição para que os pequenos agricultores possam produzir”. Na oportunidade, o deputado Paulo Magalhães entregou para as comunidade rurais do Município de Camamu um trator, grade, carroça e arado, frutos de uma emenda do parlamentar.

Rosemberg Pinto afirmou a importância do programa Bahia Produtiva. “Estamos aqui em Camamu estimulando as associações a participarem desses editais, em especial as comunidades quilombolas e indígenas de Camamu. São 98 milhões para os editais. Um montante de 60 milhões para ações regionalizadas e fortalecimento das agroindústrias”, disse o deputado estadual.

A prefeita Ioná Queiroz salientou a importância do Bahia Produtiva para Camamu e região. “Nós precisamos ajudar a agricultura familiar, precisamos que esses agricultores, que nossa comunidade indígena - que por sinal já está sendo beneficiada pela CAR com uma casa de farinha comunitária -, e as 10 comunidades quilombolas existentes em Camamu tenham acesso direto ao crédito. Por isto vamos montar uma equipe própria para auxiliá-los na formatação desses editais lançados pelo governador Rui Costa. Precisamos estar juntos deles”, afirmou a prefeita. 

BAHIA PRODUTIVA
As inscrições das propostas para os quatro editais do Bahia Produtiva vão até o próximo dia 6 de maio. No total serão investidos R$ 98 milhões em projetos de Formação de Alianças Produtivas Territoriais, Qualificação de Agroindústrias da Agricultura Familiar e Implantação e Gestão de Ações de Sustentabilidade Ambiental, Segurança Hídrica, Alimentar e Nutricional das Famílias das Comunidades Quilombolas e Povos Indígenas, que proporcionem geração de renda e melhor qualidade de vida para os grupos envolvidos. As manifestações de interesse deverão ser inscritas eletronicamente, mediante preenchimento do formulário no sistema disponível no site da CAR.

O Alianças Produtivas Territoriais, no valor de R$ 60 milhões, é o primeiro edital na Bahia de apoio às associações e cooperativas da agricultura familiar, tendo como foco a relação comercial dessas cooperativas e associações com compradores do setor privado, incentivando a inclusão no mercado e atraindo empresas para as oportunidades de negócio. Os recursos e investimentos serão direcionados para as cooperativas da agricultura familiar, que ganham com melhorias nos processos de gestão, nas aquisições de equipamentos mais eficientes, no desenvolvimento de novos produtos, entre outros.

O edital de Qualificação de Agroindústrias da Agricultura Familiar, com aporte de R$ 20 milhões, tem como objetivo recuperar unidades agroindustriais que estão com alguma dificuldade de funcionamento. Os recursos serão aplicados diretamente nas associações e cooperativas e contemplarão ações voltadas diretamente para a estruturação e funcionamento de agroindústrias geridas por organizações produtivas da agricultura familiar e economia solidária, com investimentos em infraestrutura, produção, beneficiamento, comercialização, além de apoio à gestão.

Já os editais voltados para Comunidades Quilombolas e Povos Indígenas terão investimento de R$ 9 milhões para cada, totalizando R$ 18 milhões. A finalidade é prestar apoio técnico e financeiro a subprojetos voltados para a implantação e gestão de ações de sustentabilidade ambiental, segurança hídrica, alimentar e nutricional das famílias beneficiadas. A seleção prevê o financiamento de cerca de 30 iniciativas de cada segmento, com limite máximo de investimento de até R$ 300 mil por projeto. 

Confira os Editais e os Prazos de Inscrições:
– EDITAL Qualificação de Agroindústrias
Período: 1/3 a 6/4

EDITAL Socioambientais para Povos Indígenas
Período: 1/3 a 6/4

– EDITAL Socioambientais para Comunidades Quilombolas
Período: 1/3 a 6/4

– EDITAL Alianças Produtivas
Período: 1/3 a 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário