Respeita as Mina

Respeita as Mina

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Reunião entre Governo de Valença e comunidade do Estância Azul aponta solução para alagamentos no bairro‏...

A comunidade do bairro Estância Azul recebeu na noite desta terça-feira (29), uma equipe do Governo de Valença, liderada pela prefeita Jucélia Nascimento. A reunião, que aconteceu na Igreja de Nossa Senhora Aparecida, foi pautada principalmente na infraestrutura do bairro. Também um dos compromissos assumidos pela Prefeitura, a confecção de placas de sinalização das ruas, foi cumprido com a entrega do material, ao presidente da Associação de Moradores local, Marcos Aurélio.

Os moradores cobram da Prefeitura providências para conter os constantes alagamentos em períodos de chuva. De acordo com a prefeita Jucélia Nascimento, o bairro é uma das prioridades da sua gestão. A prefeita reconheceu os problemas, mas alertou que a solução definitiva é exclusivamente de engenharia e depende de um projeto avaliado em R$ 12 milhões, que foi elaborado por técnicos da Prefeitura e encontra-se em Brasília para a sua liberação, algo que só deverá acontecer após as eleições devido ao impedimento da lei eleitoral. “A Prefeitura tem buscado solucionar o problema, mas vocês precisam entender que todas as ações feitas ao longo dos anos foram paliativas. O nosso governo está aqui para resolver, mas isso não acontece como um passe de mágica. Proponho a criação de uma comissão para, junto com a Prefeitura, construir uma agenda de trabalho visando solucionar o problema”, disse.

O secretário municipal de Infraestrutura, Jailton Azevedo, disse que o setor tem procurado conter os alagamentos. Entre as ações acontece a limpeza dos canais a cada dois meses.

Para Wolf Moutinho, funcionário da Secretaria Estadual da Fazenda e que acompanha de perto os problemas daquela comunidade, “a culpa não é desta gestão; e o problema não pode ser resolvido do dia para a noite”. Wolf propôs um pacto e que a Prefeitura estabeleça um cronograma de trabalho, acompanhado pela Associação do bairro.

O secretário de Transporte do município, Hilarino (Lau) Barreto, reconheceu e se solidarizou com a angústia dos moradores, mas alertou que a solução em definitivo depende do projeto. “A Prefeitura não tem R$ 12 milhões para resolver o problema. Estamos buscando verba federal para que possamos fazer toda a infraestrutura do Estância Azul. A responsabilidade social é de todos. Nunca nenhum gestor esteve aqui em reunião com vocês, para dar a cara para bater”, declarou.

O vereador Jairo Baptista cobrou metas para que o problema venha a ser solucionado em definitivo. “Mas vocês precisam entender que a prefeita não faz dinheiro”, esclareceu Jairo.

Líder comunitário, Wellington Oliveira, elencou algumas demandas que podem ser feitas para amenizar o problema até a execução da obra de saneamento. Entre elas a canalização do riacho que corta o bairro e a desobstrução da área de escoamento. Jailton Azevedo garantiu que toda a programação do serviço, depende de uma trégua das chuvas, mas a Prefeitura vai intensificar os serviços, dentro do possível.

Acompanharam ainda a reunião, Joailton de Jesus, vice-prefeito e secretário de Agricultura; Ionete Nery, secretária de Saúde; Luiz Inácio, procurador geral; os vereadores Bertolino de Jesus, Agostinho Junior, Fabrício Lemos, Adailton Francisco, Antônio Barreto e Carlos Antônio (Ei),
(Ascom – Governo de Valença)

Nenhum comentário:

Postar um comentário