Respeita as Mina

Respeita as Mina

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

SUELI VALERIANO: Cordelista do Baixo Sul na IX Bienal Internacional do Livro de Pernambuco

A poeta-cordelista Sueli Valeriano na Bienal Internacional do Livro, em Recife
Entre os dias 4 e 13 de outubro aconteceu em Recife, no Centro de Convenções, a IX Bienal Internacional do Livro de Pernambuco.

Evento de importância ímpar para a Literatura Brasileira, o qual reuniu escritores, editoras, profissionais do livro, escolas, poetas e diversos profissionais das áreas educacional, literária e artística, com o objetivo de evidenciar a importância do livro para o desenvolvimento do cidadão e para uma sociedade mais criativa e consciente. Especialmente para aqueles que estão em formação.

Entre os presentes, a incansável agente de saúde e poeta-cordelista Sueli Valeriano, da cidade de Ituberá, autora de 15 títulos de literatura de cordel, que com sua graça e performance valorizando a cultura nordestina, apresentou seus trabalhos e na oportunidade realizou o lançamento de dois novos títulos: “O Sapo que Gostava de Tirar Fotografias” e “A Amizade Quebra um Galho no Ambiente de Trabalho”. Valeriano mostrou o seu brilhantismo baiano com recitais e cantando músicas de sua autoria, em que exalta a cultura do Baixo Sul e outros temas socioeducativos. Atuou assim, em diversos estandes no circuito da feira como a Cactus Cordelaria, Editora Coqueiro e da UBE (União Brasileira de Escritores).

“Agradeço a Deus por tudo. Ao povo do Recife pela calorosa e respeitosa acolhida e aos colegas de lá pelo carinho e solidariedade. À minha mãe Maria de Jesus, que cintila os olhinhos de alegria. Estou muito feliz em poder contribuir com a cultura popular e espalhar a leitura por onde quer que eu vá”. Sueli tem parceiros importantes nesta caminhada, como o IDES (Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul), Agroindustrial de Ituberá (na pessoa de Jan Pril), Dr. Everardo Ramos e Dr. Crescêncio (vice-prefeito de Ituberá).
“Menina do Baixo Sul
Do Estado da Bahia
Chegando à Bienal
De Recife, que alegria!
Por este Brasil Azul
Promovendo o Baixo Sul
Com a graça da poesia”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário