Respeita as Mina

Respeita as Mina

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

ANS faz intervenção no Unimed...

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) decidiu intervir nesta semana na administração da operadora de planos de saúde Unimed Paulistana.

De acordo com a ANS, a intervenção no plano de saúde é feita quando são detectadas "anormalidades econômico-financeiras ou administrativas graves que coloquem em risco a continuidade ou a qualidade do atendimento à saúde dos consumidores", afirma nota enviada ontem pela ANS.


A ANS explica que, durante essa intervenção, a operadora não pode fazer qualquer alteração nos serviços que presta aos consumidores, ou seja, os contratos devem ser integralmente mantidos, inclusive em relação a qualidade e quantidade da rede credenciada. Caso haja descumprimento, os clientes podem registrar reclamação contra a operadora junto ao Procon e a ANS. O cliente, porém, deve continuar pagando as mensalidades normalmente. 

A Unimed terá que apresentar para a ANS relatórios para mostrar quais ações estão sendo feitas para solucionar os problemas com a operadora. Caso a Unimed se recupere, ela passará a funcionar normalmente sem intervenção. 

Se não houver a recuperação da empresa, explica a ANS, é implantada a portabilidade especial (mudança de operadora para os usuários) e são adotadas outras medidas, como a decretação de liquidação extrajudicial. 

Caso seja determinada a portabilidade especial, o consumidor terá 60 dias, a contar de sua decretação, para exercer seu direito de trocar de operadora de plano de saúde, seja qual for seu tipo de plano (individual ou coletivo) ou sua data de adesão ao contrato, sem ter que cumprir nova carência ou cobertura parcial temporária. 

Caso o consumidor esteja cumprindo carência, o prazo restante deverá ser cumprido na nova operadora. 

Por meio de uma nota, a Unimed disse que a intervenção da ANS é temporária e que serve de estímulo para melhorar "nossos processos visando sempre o atendimento de excelência a nossos mais de 800 mil beneficiários". 

Ainda segundo a Unimed, a empresa Pricewaterhousecoopers foi contratada para fazer um diagnóstico de todos os procedimentos da Unimed Paulistana. "cooperativa remodelou diversos processos e contratou um novo executivo, Augusto Cruz, ex-presidente do Grupo Pão de Açúcar, que assumiu há cerca de 90 dias como CEO da companhia", relata nota enviada pela Unimed. 

O consumidor que tiver dúvidas ou quiser fazer uma reclamação, pode procurar o Procon de sua cidade. 

(Folha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário