+ DE 20 obras

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Secretário Rui Costa homenageia Professora Flor em ato do Dia 1º de Maio

No ato comemorativo dos 50 anos do Sindiquímica - Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Química, Petroquímica, Plástica Farmacêutica do estado da Bahia, Rui Costa – Secretário da Casa Civil do Governo Wagner – homenageou muitos companheiros e companheiras que, segundo ele, marcaram a sua vida, através da luta pelos direitos dos trabalhadores. Uma delas, a professora Flor Andrade (hoje diretora da DIREC-05 / Valença), pela influência no início de sua trajetória profissional e política.

Rui Costa enviou uma camisa para Flor com a mensagem: “50 anos do Sindiquímica” e pediu ao ex-presidente da CUT, Martiniano Costa, presente na solenidade, que a entregasse como uma lembrança da época em que militavam juntos no Movimento Sindical.

Durante o período militar, o Sindiquímica apoiou as oposições sindicais que combatiam a ditadura e teve importante participação no novo sindicalismo, rompendo com o sindicalismo tradicional e contribuindo para a criação da CUT. Nesse mesmo ano, a categoria enfrentou a Polícia Militar em uma greve de 16 dias que paralisou o maior complexo petroquímico da América Latina. Com a demissão de 171 grevistas, o Sindiquímica iniciou a luta pela reintegração dos demitidos e depois pela anistia política. Rui Costa era estagiário do Pólo Petroquímico de Camaçari na época e Flor, uma das demitidas, o incentivou a permanecer no pólo e lutar o fortalecimento do sindicato.

O Governador Wagner, que também foi homenageado na soledidade, lembrou que muitos dos demitidos em função da greve passaram por constrangimentos, desde não conseguir emprego por serem vinculados à paralisação, até terem de mudar de profissão.

“Não tem como não voltar ao tempo que iniciamos essa história. Juntos, dedicamos as nossas vidas em benefício do conjunto de trabalhadores. Uma das marcas do Sindiquímica é que este sindicato foi além, não se limitou a defender a sua corporação. O Sindiquímica foi construído por todos nós, por homens e mulheres, por gente”, disse Rui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário