Museu de Arte Sacra de Cairu

Museu de Arte Sacra de Cairu
Museu de Arte Sacra de Cairu

Estúdio MC

domingo, 23 de maio de 2021

Atlético de Alagoinhas vence Bahia de Feira e conquista o Campeonato Baiano 2021...

O Atlético de Alagoinhas é campeão baiano. A partida disputada neste domingo (23) definiu o resultado, já que o Atlético venceu o Bahia de Feira por 3 a 2, na Arena Cajueiro, e o primeiro jogo ficou no 2 a 2. Esse é o primeiro título da primeira divisão do Estadual obtido pelo Carcará. Os gols de hoje foram feitos por Iran, Ronan e Dionísio, para o Atlético de Alagoinhas, e Iran, contra, foi o responsável pelo gol do Bahia.

A partida de hoje começou com domínio do Bahia de Feira, que chegou com perigo aos 7 minutos, num chute forte de Thiaguinho. Aos 9, Bruninho teve duas chances: a primeira, após passe de Pedro Neto, explodiu na defesa do Atlético de Alagoinhas, enquanto a segunda foi defendida por Fábio Lima em dois tempos.

Aos 18 minutos, o Bahia de Feira abriu o placar numa jogada inusitada. Cazumba cobrou escanteio para a grande área, o zagueiro Iran tentou impedir a passagem do ataque, mas a bola tocou em suas costas e foi assinalado o gol contra. Iran se redimiu cinco minutos depois, ao empatar o placar. O zagueiro do Atlético de Alagoinhas cabeceou o cruzamento de Dionísio, em cobrança de falta, e estufou a rede.

No finzinho do primeiro tempo, especificamente aos 44 minutos, o Atlético de Alagoinhas teve um pênalti a seu favor quando Dionísio chutou e a bola bateu no braço de Wesley. Aos 46, Ronan bateu com estilo e virou o placar.

O segundo tempo começou num ritmo menos intenso. Com a vantagem no placar, o Atlético de Alagoinhas perdeu o volante Gilmar, expulso após uma falta pesada consultada no VAR. O Bahia de Feira chegou com perigo aos 23 minutos, num chutaço de Tico, mas o goleiro do Atlético defendeu.

Em contra-ataque após a cobrança de escanteio, foi o Atlético de Alagoinhas quem levou a melhor. Vitinho tabelou com Ronan, que rolou a bola para Dionísio, à frente do gol vazio. Ele só precisou empurrar a bola para ampliar a vantagem.

O Bahia de Feira ainda tentava reagir e conseguiu uma oportunidade aos 33 minutos, numa falha da defesa adversária. Tico escorou para Diones, que mandou uma bomba de frente para o gol, obrigando o goleiro Fábio Lima a defender. Aos 45 minutos, Ricardo cruzou para o meio da área, Fábio saiu errado e Marcone Pelé cabeceou para o gol vazio, diminuindo para o Bahia de Feira.
(uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeita as Mina