Respeita as Mina

Respeita as Mina

domingo, 7 de junho de 2015

Valença espera atrair 30 mil turistas para o São João...

De 20 a 24 de junho, Valença, a capital da Costa do Dendê, será também a capital do forró. O planejamento feito pela Secretaria do Turismo possibilitou a contratação de pelo menos três grandes atrações a nível nacional. As Bandas Calcinha Preta, Falamansa e Magníficos já estão confirmadas para a festa de São João na cidade. Este planejamento, feito a partir de fevereiro deste ano, refletiu diretamente na economia de recursos da prefeitura para a festa e na vinda de patrocinadores como a Cervejaria Itaipava, a Associação Comercial e Empresarial (ACE), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Valença, além do Governo do Estado, através da Secretaria do Turismo e da Bahiatursa. A formatação do São João da Bahia como um novo produto turístico tem ajudado a alavancar o fluxo de turistas e a ocupação hoteleira no Estado em pleno período de baixa estação, gerando emprego e renda com a ligação entre o turismo e os festejos populares. Os frutos da iniciativa têm sido festejados pela rede hoteleira. 

Sem apresentar grandes atrações há 30 anos, Valença experimentou durante todo esse tempo um êxodo de moradores que saiam da cidade para “curtir” o São João em municípios vizinhos. Com a retomada da festa agora, o caminho se inverte e são esperados aproximadamente 30 mil turistas. O comércio espera um aumento significativo nas venda e bares e restaurantes já se preparam para receber os clientes. Conhecida como a “Terra do Camarão”, devido à fartura de frutos-do-mar, Valença também possui muitas outras alternativas na sua culinária e um patrimônio histórico e cultural extraordinário . Com cerca de 4 mil leitos, está distante da Capital, Salvador, cerca de 110 km , via ferry boat, e 262 km pela BR 101, além das proximidades com os municípios da Costa do Dendê e o internacional Morro de São Paulo. Tendo a praia de Guaibim como sua principal atração turística, Valença se credencia como um dos principais destinos dos festejos juninos do Estado.

A prefeita Jucélia Nascimento entende o São João como uma festa popular que traz entretenimento para a população, mas principalmente como um produto que possibilita a geração de emprego e renda, além de movimentar a economia na baixa estação. “Estamos fazendo um grande sacrifício para realizar uma grande festa. O objetivo é transformar o São João de Valença em uma marca forte no Estado”, disse a prefeita. A Bahia é conhecida como a terra do carnaval, mas o Estado também tem o São João como outra grande festa que movimenta todas as suas 417 cidades. Milhares de turistas de todos os lugares do Brasil curtem a festa junina na Bahia. Dentro deste raciocínio, a prefeita de Valença, Jucélia Nascimento, decidiu que o seu município não poderia ficar de fora deste importante produto turístico.

O QUE: São João de Valença. A Tradição Está de Volta.

ONDE ACONTECE: Praça da República - Valença – BA.

QUANDO: DE 20 A 24 DE JUNHO DE 2015

PRINCIPAIS ATRAÇÕES: Falamansa, Calcinha Preta, Magníficos e Sem Retoque

COMO CHEGAR: De avião: voos aos sábados entre Valença – Campinas – Azul Linhas Aéreas; De carro: BA 001 Saindo de Bom Despacho com destino a Valença (cerca de 110 km) ou via BR 101, saindo de Salvador (262 km).

ONDE FICAR: Valença oferece uma boa estrutura de rede hoteleira, com cerca de 4 mil leitos divididos em mais de 70 hotéis e pousadas na cidade e no distrito de Guaibim.

ONDE COMER: a variedade de frutos-do-mar e peixes são oferecidos em vários restaurantes localizados na cidade, em Cajaíba e praia do Guaibim. O cliente que deseja outros pratos pode saborear também churrascos pizza, e escolher restaurantes com variados cardápios de carnes e outros pratos.

O QUE FAZER E AONDE IR: 
Praia de Guaibim - Muito procurada e badalada, tornou-se o grande point do surf na região. O mar de águas mornas é bom para banho durante a vazante das marés, já que costuma apresentar fortes ondas de repuxo durante a cheia. Suas areias são margeadas por coqueiros, resquícios de mata nativa e algumas barracas bem equipadas para servir os visitantes. No final da parte norte, encontra-se a foz do rio Jiquiriça, a praia de Taquari, um local excelente para o banho de água doce, pesca e esportes náuticos. Guaibim oferece uma completa infra-estrutura, incluindo salva-vidas em toda sua costa.

Praia de Ponta do Curral - Praticamente uma continuação da praia do Guaibim no sentido sul. De areias desertas é a opção mais indicada para aqueles que primam por tranquilidade. Local exato do desembarque das primeiras cabeças de gado chegadas ao Brasil, a praia é de areias alvas, cortadas por inúmeros córregos e enfeitadas por coqueiros e Mata Atlântica nativa. Em sua face sul fica a ponta da praia, às margens do Canal de Taperoá, que separa a Ilha de Tinharé (Morro de São Paulo) do continente. Deste ponto, descortina-se uma bela paisagem da região, que inclui o majestoso Farol do Morro. O mar é perigoso durante a maré alta, apresentando pontos ótimos para o surf. Para percorrer suas belezas, o passeio de besouro (trator) é a melhor pedida.

Cachoeira de Água Branca - Situada dentro de uma área de Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN, dentro da Fazenda Água Branca, a cachoeira, de mesmo nome cai numa deslumbrante cortina de espuma branca de 30 metros de altura, ideal para o banho. Para chegar até lá o visitante passa por uma trilha ecológica, a maior parte dela sombreada e úmida, em meio à mata densa, moradia de animais silvestres e uma fauna diversificada. No mesmo local há uma ilha fluvial, onde foi construído um quiosque que permite apreciar a bela vista ao redor. Além disso, uma vista deslumbrante do alto do mirante, com panorâmica de toda a cidade e do encontro do canal de Taperoá com o mar. Propícia não somente para um banho revigorante, a queda d’água formada pelo Rio Gereba é ótima para a prática de rapel. Dica: a descida pela trilha deve ser feita com sapato de sola antiderrapante. Como chegar: saindo de Valença, percorrer 5 km pela BA-001 em direção ao norte. Nessa altura, virar à esquerda, entrar na via rural e percorrer mais 8 km, até a sede da Fazenda Água Branca. Dentro da fazenda, pegar a trilha que leva à cachoeira (cerca de 30 minutos a pé).

ROTEIROS HISTÓRICO CULTURAIS:
1. Roteiro da Industrialização: Companhia Valença industrial/Vila Operária/Ruínas da Fábrica Todos os Santos. Visita aos principais pontos que estão ligados diretamente ao crescimento industrial de Valença, conhecendo um pouco mais da história e curiosidades sobre a cidade.

2. Roteiro Sagrado: Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus/Igreja do Tento-Vila de Pescadores/Igreja Nossa Senhora do Amparo (onde existe um mirante). Visita às igrejas da cidade, ao bairro de pescadores para conhecer sobre o cotidiano e hábitos dos pescadores, como trabalham e também visitar a Construção Naval, sabendo sobre a sua importância para cidade.

3. Roteiro Histórico: Vila Velha de Jiquriçá e Sítio Histórico de Mapendipe. Visita aos locais que são repletos de histórias importantes para a fundação da cidade de Valença e conhecer um pouco sobre a Vila e o Sítio Histórico, conversando com a comunidade local e experimentando a culinária do povoado.

4. Roteiro Urbano: Praça da República/Praça Barão do Homem de Melo/Fórum Gonçalo Porto/Estaleiros Navais. Visita aos principais atrativos históricos da sede de Valença e conhecendo um pouco sobre o passado da cidade.

5. Roteiro do Sobrado: Estância Azul. Visita a um casarão histórico da cidade, conhecendo um atrativo histórico valiosíssimo de Valença.

6. Roteiro do Camarão: Maricultura. Visita a maricultura para conhecer o processo de criação dos camarões, entendendo sobre os tipos que são criados, como isso é feito e podendo saborear um camarão do criatório.

INFORMAÇÕES: Tel: 75 3641-9591
Endereço, Av. ACM, S/N – bairro do Jacaré – Valença-BA - CEP: 45.400-000

Nenhum comentário:

Postar um comentário