+ DE 20 obras

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Raio cai sobre a Basílica de São Pedro na noite da renúncia de Bento XVI

Alessandro di Meo fotografava a Basílica de São
Pedro no momento em que caiu o raio, de um céu azul
Um fotógrafo italiano divulgou, na noite desta segunda-feira, a imagem de um raio ao atingir a cúpula da basílica de S. Pedro, no Vaticano, ao final do dia em que Bento XVI anunciou sua renúncia ao cargo de papa. Também foi ouvido um forte trovão. A foto de Alessandro di Meo, divulgada por agências de notícias mundiais como EPA, Ansa e AFP foi publicada aqui no Correio do Brasil, entre outros jornais do mundo, devido ao seu simbolismo e à beleza do flagrante.

Bento XVI surpreendeu o mundo nesta segunda-feira ao anunciar que renunciará como líder da Igreja Católica, afirmando que não tem mais a força física e mental necessária para realizar os deveres de seu ofício e tornando-se o primeiro pontífice em 700 anos a tomar tal decisão. Líderes religiosos buscaram assegurar a calma e o clima de confiança, mas a decisão pode levar a um dos períodos mais incertos e instáveis da Igreja Católica, que vem sendo atingida por escândalos nos últimos anos.

Muitos papas no passado – incluindo o antecessor de Bento XVI, João Paulo II – evitaram a renúncia mesmo quando estavam em condições críticas de saúde, exatamente pelo temor com a divisão e a confusão que poderia resultar da existência de um “ex-papa” e de um novo papa ao mesmo tempo. Isso poderá ser um problema especialmente se o próximo papa for um progressista. A igreja tem sido atingida durante a liderança de quase oito anos de Bento 16 por uma crise a respeito de abuso sexual de crianças que abalou a igreja, por um discurso que desagradou muçulmanos e por um escândalo envolvendo o vazamento de documentos privados através de seu mordomo pessoal.

Em um anúncio lido por cardeais em latim, o idioma universal da igreja, o papa alemão de 85 anos disse: "Bem ciente da gravidade deste ato, com total liberdade, declaro que renuncio ao ministério de bispo de Roma, sucessor de São Pedro".
(Correio do Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário