+ DE 20 obras

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Carnaval baiano é divulgado em 13 países para atrair turistas durante as copas

Operadores de turismo de 13 países estão em Salvador para conhecer a estrutura montada em grandes eventos como o Carnaval. A experiência vai possibilitar que 36 profissionais de turismo do Chile, Estados Unidos, Israel, Uruguai, Paraguai, Argentina, Colômbia, Peru, México, Venezuela, Equador, Jamaica, Portugal e países do Leste Europeu possam formatar pacotes específicos para a Copa das Confederações, este ano, e Copa do Mundo em 2014.

“Esse é um acordo com a Match Connections, empresa chancelada pela FIFA, e o objetivo é conhecer as sedes, para eles definirem em que países ficarão durante estas competições”, destaca o secretário Estadual da Copa, Ney Campello.

Ainda de acordo com Campello, os operadores vieram durante a folia momesca por se tratar de uma festa expressiva do ponto de vista de logística e infraestrutura, além de ter beleza, encanto e complexidade. “Tudo isso soma e pode representar a conquista destas nações que virão para os eventos de 2013 e 2014”.

Para o executivo chefe da Match Connections, Gilson Pinto Caldeira, a Bahia sai na frente por seus atrativos naturais e receptividade. “Além de possuir bons atrativos, Salvador tem outros pontos muito fortes que são o calor com que recebe os estrangeiros e a musicalidade também. O estádio está praticamente pronto, a cidade está preparada e nossa idéia é atrair para cá grupos de estrangeiros e tornar Salvador a base para que eles possam assistir os jogos de suas seleções”.

Terminal Náutico
Além da infraestrutura da festa, os operadores de turismo visitaram o Terminal Náutico de Salvador e conheceram o Projeto Guias e Monitores do Carnaval, que promove o atendimento ao turista na capital baiana em diversos pontos da cidade. O projeto, que dá informações sobre transporte, hospedagem e atrativos turísticos em até 12 idiomas, vai ser estendido também aos eventos esportivos, como explica o secretário de Turismo, Domingos Leonelli.

“Esse receptivo vai ser adaptado, pois ele hoje é estruturado para os seis dias de carnaval. Então vamos redimensionar para atender por 15 dias na Copa das Confederações e pra 30 dias durante a Copa do Mundo com os mesmo serviços que o programa oferece hoje”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário