+ DE 20 obras

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Concurso Público cancelado da Prefeitura de Valença teve até questões copiadas da internet

SR copiou e, ainda assim, não soube aplicar questões do site Gramática Online 
Os absurdos promovidos pela SR e prefeitura de Valença no doloroso episódio do concurso público cancelado, no último domingo, ainda não secaram e muita coisa ainda vai sair dessa cartola. Vejam só: para eles, nem a lei do direito autoral, tampouco a citação de fontes copiadas são o forte de quem cuida das coisas na prefeitura e na empresa de concursos.

Este concurso público não ficará famoso apenas pelos níveis de desorganização e fraude contumazes no seio da atual administração municipal do prefeito Ramiro Queiroz. Candidatos enganados no fim de semana resolveram fazer uma mera varredura no GOOGLE e descobriram alternativas de questões da prova de Conhecimentos Gerais retiradas de trechos do WIKIPÉDIA, vírgula por vírgula.

Tem mais: quetões da prova de português retiradas de sites, como o mantido pelo professor Dílson Catarino – http://www.gramaticaonline.com.br/texto/956/Verbos_-_gabarito_comentado (questão 33 equivalente a questão 7 da prova de português ) –. “Além de outras questões, que na tentativa de modificarem as alternativas fizeram as mesmas perderem o sentido e até ficarem sem respostas...”, disse Naiara Iglesias, uma das vítimas desse filme de horror, dirigido por RJCQ. 

Já o jovem professor Edgar Magalhães tirou o maior sarro: “Galera que fez o SUPER CONCURSO DA PREFEITURA DE VALENÇA, já testaram colocar as questões da prova no google?????? Façam e depois comentem... Me mijei de rir!!! Kkkkkkkkkkkk!”, carimbou Edgar, na sua bem visitada página no Facebook

Lizandro Pimentel foi mais sarcástico: “Até meu sobrinho Andrey, de 6 anos, responderia a prova de matemática. É lamentável, absurdo e incontestável que numa prefeitura não tenha ninguém capacitado para, pelo menos, escolher uma empresa que faça um concurso público. Um exemplo vou dar para ajudar a eles, contratava a CONSULTEC tão perto daqui. Ou eles queriam essa tal de SR para poder já colocar quem eles queriam!!? Pode acontecer kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!”, questionou Lizandro. 

Mas quem ganhou tempo foi Katiane Argôlo, que não viu seu nome na lista e descobriu que se deu bem não se deslocando para fazer a prova do fajuto concurso, em Valença. “Paguei minha inscrição e meu nome não constava na lista. Seu prefeitinho, sei não...”, ironizou Argôlo. 

Mas é isso mesmo. A SR, empresa responsável pelo concurso de Valença está acostumada a gerar problemas em outros tantos municípios, como Ilhéus (erros grosseiros, provas com erros ortográficos e mal elaboradas, sumiço do resultado do site) e Porto Seguro (problemas de pagamento com boletos). Em Valença os problemas vêm acontecendo há muito tempo, desde o início das inscrições, passando pelo adiamento das provas e pela confusão do último domingo, que foi parar na delegacia, com centenas de pessoas querendo registrar queixa.

Onde é que a incompetência do (des)governo de Ramiro Queiroz vai parar? Será que tem limite para isso!?

Um comentário:

  1. O limite dele será esse ano, pois apesar dos rumores que vem acontecendo na péssima administração do prefeito atual, o mesmo é irônico basta vc ter uma conversa com ele que vc percebe que ele faz o povo de besta mesmo e elem de tudo te engana facilmente. Como dirias Boris Casoy - Isso é uma vergonha!!!

    ResponderExcluir