Respeita as Mina

Respeita as Mina

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Estudantes da rede municipal de ensino de Cairu participam das oficinas do JEPP de ecopapelaria e confecção de pentes de piaçava...

O último sábado (19/10) foi de muita atividade para os estudantes do 6° e 7° Anos da Escola Municipal Abdon Abdala Ché, na Sede, com a realização das oficinas de ecopapelaria e confecção de pentes de piaçava do JEEP - Jovens Empreendedores Primeiros Passos - . As oficinas foram ministradas pela artista plástica Darcy Rolim e pela artesã Rosemaria Assunção, respectivamente. A unidade escolar foi escolhida para implantação do projeto-piloto, que é mais uma parceria da Prefeitura de Cairu com o Sebrae, por meio do Programa Cidade Empreendedora. A ação busca instigar os adolescentes a desenvolver o comportamento empreendedor, promover a ecossustentabilidade, ética e cidadania, cultura da inovação e cooperação, além de aprenderem a desenvolver plano de negócios.

A ideia é a educação atuar auxiliando no desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores dos estudantes. O projeto, que deverá ser implantado em toda rede municipal de ensino no ano letivo de 2020, tem a estrutura vivencial e semiaberta, proporcionando à escola e aos professores a oportunidade de fazer adequações do tema, conforme a realidade vivida pelo alunos. Os produtos confeccionados pelos estudantes serão expostos e comercializados em uma feira no final do mês de novembro.

Para a secretária da Educação, Luana Figueiredo, a ação é importante para geração de renda entre os jovens. "Os alunos estão aprendendo a trabalhar por conta própria. Nas oficinas vemos o caminho de desenvolvimento econômico e distribuição de renda unindo o potencial criativo do cairuense e a cultura da piaçava. O mercado tem demanda e agora, com a capacitação e o apoio do Sebrae, esses meninos e meninas vão poder empreender, desde cedo, podendo atender clientes que buscam artesanatos e itens feitos com esse produto, que é uma riqueza de nossa região. Além da piaçava, aprendem a reutilizar materiais recicláveis, transformando em novos objetos. Oportunizar as pessoas a aprender um ofício e ter conhecimento técnico para seguir uma profissão é a maior obra que podemos fazer numa gestão pública", enfatizou a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário