Respeita as Mina

Respeita as Mina

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Sociedade abraça a Santa Casa de Valença em manhã histórica...

A Santa Casa de Misericórdia de Valença e toda a sociedade protagonizaram um dos atos simbólicos mais bonitos e legítimos da região, promovendo um “abraçaço” à Santa Casa. A mobilização, que começou a ser divulgada na segunda-feira (6), ganhou corpo nas redes sociais, com a manifestações de apoio de funcionários, prefeitos do Baixo Sul, parlamentares, pacientes do hospital, escolas, imprensa, grupos de bairros e outras entidades, que demonstraram apoio à Santa Casa de Valença e, por extensão, às demais Santas Casas de todo o país que sofrem com dificuldades financeiras.

Cerca de 700 pessoas vestidas de branco participaram do manifesto pacífico. A ação contou ainda com o apoio da Polícia Militar, Tiro de Guerra, Departamento de Trânsito e Guarda Municipal. Entre as autoridades presentes, a prefeita de Valença Jucélia Nascimento, o deputado federal Antônio Brito e o presidente da Federação das Santas Casas e Entidades Filantrópicas do Estado da Bahia (Fesfba), Maurício Dias.

O provedor da Santa Casa de Valença, Guido Araújo Magalhães Junior, falou sobre o cenário de crise vivenciado pela instituição, que hoje tem um déficit de R$ 1,4 milhão. “A Santa Casa está gratificada por terem atendido a esse chamado. Não vamos ficar calados, vamos nos mobilizar e lutar para melhorar a condição das Santas Casas, em especial da nossa Santa Casa, que atende a diversos municípios do Baixo Sul”, disse o provedor.

Para o presidente da Fesfba – Federação das Santas e Hospitais Filantrópicos do Estado da Bahia, o SUS é hoje um sistema insuficiente e falido. “Dos anos 90, quando surgiu o SUS, para cá, o reajuste linear acumulado foi de 93% dos procedimentos do SUS. Nesse mesmo período, o IBGE anuncia que o INPC (Indice Nacional de Preço ao Consumidor), que regula a inflação de todos os outros preços, aponta 413% de inflação. É esse desequilíbrio que reflete a desigualdade vivenciada nas Santas Casas”.

A prefeita Jucélia Nascimento falou da importância da Santa Casa de Valença para a assistência à saúde da região. “A gente reconhece a importância dessa instituição e vai sempre, cada vez mais, apoiar a Santa Casa e qualquer um que esteja imbuído com o objetivo de ajudar na melhoria da nossa cidade”, disse a prefeita.

Secretário de Saúde Fábio Villas-Boas abraça a Santa Casa
O Secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Villas Boas, manifestou apoio à Santa Casa de Valença e ao movimento do Abraçaço. Villas-Boas deve receber o provedor da Santa Casa de Valença nesta segunda-feira (13), quando será revista a contratualização entre a Santa Casa e a SESAB. A estimativa de incremento, entre internamento, cirurgias de catarata e outros serviços, é de R$ 369 mil, que deve ser confirmado na terça-feira (14), com a assinatura do POA (Plano Operativo Anual).

Déficit da Santa Casa de Valença já é de R$ 1,4 milhão
Hoje o déficit da Santa Casa de Misericórdia de Valença já somam R$ 1,4 milhão. A institição realiza mais de 100 mil atendimentos anuais, com serviços de urgência e emergência 24h, partos, atendimentos ambulatoriais, internamentos e cirurgias, além dos serviços multidisciplinares, como fisioterapia, serviço social e fonoaudiologia.
(Camilla Oliveira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário