Respeita as Mina

Respeita as Mina

domingo, 10 de maio de 2015

SÉRIE B: América-MG e Bahia ficam no empate...

Um ponto. Foi o que conseguiram América-MG e Bahia, após empate em 1 a 1 na estreia das equipes na Série B do Campeonato Brasileiro, neste sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Wesley Matos, contra, fez 1 a 0 para o time baiano no primeiro tempo. O empate do Coelho aconteceu na segunda etapa, com o experiente Mancini.

As duas equipes agora se concentram na disputa da segunda fase da Copa do Brasil. Na próxima terça-feira, o América-MG recebe o Ceará, às 19h30 (de Brasília), no Independência, em Belo Horizonte, no jogo de ida. No mesmo dia, o Bahia enfrenta o Luverdense, às 21h50, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, também pelo primeiro duelo do mata-mata. 

Já pela segunda rodada da Série B, o Bahia encara o Mogi Mirim na sexta-feira, em Pituaçu, em Salvador. No sábado, no Mato Grosso, o América-MG enfrenta o Luverdense, no estádio Passo das Emas. 

O jogo
A bola rolou e as duas equipes começaram a partida se estudando. O América-MG, jogando em casa, acenava com uma postura um pouco mais ofensiva. Mas, foi o Bahia quem abriu o placar, contando com a ajuda do adversário. Zé Roberto arrancou pela direita e cruzou para a área. Wesley Matos, sozinho, tentou afastar, mas a bola pegou na sua canela e foi para trás, na direção do gol de João Ricardo, e entrou no canto.

O Coelho teve a chance do empate dez minutos depois. Mancini cobrou falta da direita, mandou a bola para a área do Bahia. Thiago Santos desviou de cabeça, para a pequena área, e Felipe Amorim, de frente para o gol de Jean, não alcançou.

O jogo ficou equilibrado, sem chances claras de gol, até o Bahia levar perigo, aos 36. Após cobrança de escanteio, a defesa do América-MG afastou mal, Maxi Biancucchi ficou com a bola e arriscou, de fora da área. O chute foi de curva, o goleiro João Ricardo saltou e a bola explodiu na trave. Aos 43, o Bahia perdeu o atacante Kieza, artilheiro da equipe na temporada com 14 gols. Ele sentiu dores na coxa. Willians entrou em seu lugar. 

Nos acréscimos, aos 48, o Bahia quase ampliou, em outra falha de Wesley Matos. O zagueiro cortou mal, ao antecipar o goleiro João Ricardo, que deixou a área, e a bola ficou com Zé Roberto, que finalizou mal. O chute saiu fraco e Wesley Matos afastou.

Segundo tempo
O América-MG voltou com Leandro Guerreiro no lugar de Thiago Santos. E, em busca do empate, se lançou ao ataque, insistindo nas jogadas de bolas alçadas para a área do Bahia. Nisso, o time baiano tinha o contra-ataque, e foi assim que quase chegou ao segundo gol. Aos 10 minutos, Zé Roberto disparou com a bola dominada, invadiu a área do time mineiro, mas parou e se enrolou todo, perdendo grande oportunidade de tentar a finalização.

Sem sucesso no jogo aéreo, o Coelho tentou algo diferente. Aos 15 minutos, o lateral-esquerdo Raul arriscou um chute de longa distância e mandou a bola na trave de Jean. De tanto insistir, o América-MG chegou ao empate cinco minutos depois. Bruno Sávio fez jogada pela esquerda e, na entrada da área, deu ótimo passe para Mancini. O experiente jogador dominou e bateu firme. A bola ainda tocou em Jean antes de ir para o gol.

Animada, a equipe mineira quase virou o placar aos 25, quando Mancini, na área adversária, tocou para Tony, que encheu o pé. Jean defendeu em dois tempos. O jogo ficou aberto, e o Bahia também levou perigo. Aos 27, experimentou um chute de longe, e João Ricardo espalmou. O Coelho teve outra chance com Tony, quatro minutos depois, mas o goleiro Jean defendeu. A última grande oportunidade foi aos 47, com Willie, para o América-MG. Ele recebeu passe na pequena área, bateu cruzado, mas pegou mal na bola e facilitou para o goleiro Jean.
(Globo Esporte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário