Respeita as Mina

Respeita as Mina

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Começa a 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa da Bahia...

Depois de ser recepcionado pelo plenário, o governador apresentou as metas para a sua gestão
Diante das maiores autoridades civis e militares da Bahia, o governador Rui Costa levou 50 minutos para ler a tradicional mensagem ao Legislativo na solenidade de reabertura dos trabalhos da 18ª legislatura, na Assembleia Legislativa da Bahia, ontem às 11h. O chefe do Executivo fixou como eixo central das ações de 2015 e de toda a sua gestão, as áreas de segurança pública, saúde, educação e infraestrutura. 

Foi interrompido por aplausos 11 vezes. Notadamente, quando tratou da segurança pública e acenou ao parlamento propondo parcerias – sem estigmatizar a oposição. No discurso propositivo, ele fez questão de mandar um “caloroso parabéns ao presidente Marcelo Nilo pela eleição na véspera com expressiva votação e pela vontade da maioria absoluta de seus pares”. Lembrou, em seguida, a exitosa trajetória dos dois – do bairro da Liberdade e da cidade de Antas, no Sertão, até os elevados cargos públicos que ocupam. 

O governador Rui Costa chegou ao plenário ao lado da primeira dama, dona Aline Peixoto, precedido por uma comissão de líderes, suprapartidária, sendo aplaudido de pé. Demorou-se em longos cumprimentos no plenário lotado, mas a cerimônia foi rápida. Logo após a execução do Hino Nacional Brasileiro pelo Coral do Legislativo, da tribuna, o governador apontou para o futuro, especialmente para projetos estruturantes que mudarão a face da Bahia – e da área social. 

Ele fez um inédito chamamento à participação, para complementar ações governamentais, à comunidade (melhoria da educação); aos empresários, especialmente do setor bancário (investir em equipamentos de segurança); aos prefeitos (para os consórcios de saúde); e aos deputados estaduais e federais – pedindo a alocação de emendas para a área de saúde. Tudo dentro do Plano de Governo Participativo idealizado a partir de 24 encontros realizados nos 27 territórios de identidade baianos. 

O governador Rui Costa aproveitou para anunciar o nome de Bernardino Brito Filho, novo delegado chefe da Polícia Civil, e reafirmou a sua convicção da importância da melhoria dos índices sociais da Bahia e das dificuldades materiais que enfrentará num ano difícil: “Somos o 23º estado na relação PIB per capita, o que é incompatível com a extensão do nosso território e o tamanho da nossa população”. 

Em outro aceno ao Legislativo, disse que passarão pelo crivo dos deputados estaduais as principais ações para o ano de 2015 e o planejamento para os próximos anos, “confiando na maturidade do parlamento na escolha de prioridades, como o combate ao tráfico e ao crime organizado, a ampliação dos recursos para a saúde e a melhoria do nosso sistema educacional”. 

CORTESIA 
No curto discurso de agradecimento, o presidente Marcelo Nilo salientou o maduro relacionamento entre os poderes da Bahia, calcado na harmonia e na independência – como preceituam a Carta Estadual, reafirmando o comprometimento dos 63 deputados estaduais com o progresso e a justiça social: “Cumprindo, como sempre cumprimos”, com nossos deveres, sem abdicar das prerrogativas de que estamos investidos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário