Respeita as Mina

Respeita as Mina

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Xiiiiiiiiiiii - Vitória perde nos pênaltis e é eliminado da Copa do Brasil pelo J. Malucelli...

Desconsolado, o torcedor vê o Rubro-Negro perder mais uma...
O Vitória bem que tentou, levou a decisão para os pênaltis com gol de Juan já aos 41 do segundo tempo, mesmo jogando um futebol abaixo do esperado. Mas nas penalidades não teve jeito. Os paranaenses do J.Malucelli executaram com perfeição as cinco batidas. Pelo lado baiano, o atacante Dinei desperdiçou e tirou o sonho do Leão de seguir na Copa do Brasil. No tempo normal, Leandro Silva marcou pelo Jotinha.


Se antes estava ameaçado de encerrar a temporada esportiva, por falta de calendário, o agora classificado J.Malucelli, terá pela frente o Novo Hamburgo, pela segunda fase da competição nacional. Para o Leão, resta se concentrar no Brasileirão.


Tudo igual

Entrando em campo com a vantagem de jogar pelo 0 a 0, o Vitória não forçou diante do J.Malucelli na primeira etapa. Enfrentando uma defesa bem postada, o Rubro-Negro pecou nas jogadas ofensivas e quando conseguia chegar com maior perigo, esbarrava no goleiro Fabricio ou na má pontaria de seus jogadores.

Diferente do que imaginava e queria o torcedor presente no Pituaçu, o Leão só chegou mesmo ao ataque aos 12 minutos, com Dinei, que finalizou sem direção. Sem um padrão tático e errando muitos passes, os comandados de Ney Franco por muitas vezes sofreram com os contra-ataques.

Em um deles, Andrezinho lançou Dedoné e contou com o vacilo do zagueiro Dão para ficar na cara de Wilson que precisou sair do gol para tranquilizar a situação. Com o passar do tempo, a paciência da torcida foi se esgotando, principalmente no lance em que William Henrique perdeu gol feito. Ao término da primeira etapa, mistura de vaias com aplausos para o time.


Emoção do começo ao fim

No segundo tempo o Leão se mostrou um pouco melhor em campo. Com mais velocidade, não tinha grandes dificuldades para chegar ao campo de ataque, aos seis, Ayrton quase abriu o placar ao acertar a rede pelo lado de fora. Enquanto isso, a defesa continuava insegura, principalmente Dão, que voltou a falhar e quase marcou contra.

Explorando bem os contra-ataques e aproveitando o fato do Vitória sofrer com a pressão de seus torcedores, o J.Malucelli passou a chegar com perigo ao gol defendido por Wilson, até que aos 20, o zagueiro Leandro Silva acertou um bonito chute da entrada da área para abrir o placar para os visitantes.

Se já não fazia questão de apressar o jogo, o Jotinha passou a segurar ainda mais, fazendo a tradicional cera. Na base do abafa, os mandantes buscavam o empate, mas esbarravam no ferrolho montado pelo treinador Sandro Forner. Na reta final, já aos 41 minutos, José Welison cabeceou, o goleiro Fabricio desviou e a bola sobrou para Juan empatar o jogo e levar a decisão para os pênaltis.

Nas cobranças, o J.Malucelli acertou todas com Tomaz, Evandro, Gétterson, Leandro Silva e Dedoné. O Vitória por sua vez, balançou as redes com Juan, José Welison e Caio, mas viu Dinei desperdiçar.
(Tribuna da Bahia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário