Respeita as Mina

Respeita as Mina

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Alunos do Curso de Empreendedorismo Rural de Valença iniciam atividades‏

Com as presenças da prefeita Jucélia Nascimento e do vice-prefeito e secretário de Agricultura, Joailton de Jesus, 30 jovens, todos residentes na zona rural de Valença deram início nesta segunda-feira (05), no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IF Baiano), ao curso de JOVEM EMPREENDEDOR RURAL “Protagonismo Juvenil e Sucessão Rural”. Na oportunidade, foi assinado um termo de compromisso entre a Prefeitura de Valença e a Ceplac para futuras parcerias.

O curso é uma parceria entre o governo de Valença e a Ceplac e conta com apoio de diversas entidades, a exemplo do MDA,Embrapa, Senar/Faeb, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, CAR, CDA, SUAF, IF Baiano, Coofava e Coopatan.

Em seu pronunciamento, a prefeita Jucélia Nascimento destacou a grande vocação do município para o setor agrícola. “entendo as dificuldades de todos vocês. Posso falar disso com propriedade, pois sou filha de agricultores, nascida na zona rural”. A prefeita disse ainda que o poder público tem que fazer investimentos no campo para oferecer qualidade de vida aos seus moradores. “Precisamos nos preocupar com a sucessão no campo, para isso o poder público tem que oferecer educação de qualidade, desenvolvimento e qualificar os jovens para que possam ter qualidade de vida. Vocês serão multiplicadores dessas ações e o exemplo de que podemos viver no campo com a mesma qualidade de vida da zona urbana”.

Juvenal Maynart, superintendente da Ceplac, ressaltou a importância da visão pós-moderna “Em uma mesa onde a autoridade maior é uma mulher, nada mais claro de uma visão pós-moderna”, disse, se referindo à presença da prefeita Jucélia Nascimento. Maynart destacou ainda a “fadiga do Século XXI”, com as grandes concentrações urbanas e propôs uma reflexão para um novo olhar para o campo.

Para Sérgio Murilo, chefe do Centro de Extensão da Ceplac, o curso vai proporcionar aos jovens, a visão de que “é possível ter uma qualidade de vida tão digna e que o centro urbano não pode dar”.

Em um depoimento franco, Jucelino Macedo, líder Coopatan, destacou o papel da Cooperativa que através da Casa Familiar Rural tem oportunizado aos jovens de Presidente Tancredo Neves, rendimentos financeiros significativos, dando assim, qualidade de vida e realização pessoal, tudo isso, trabalhando na zona rural. O projeto, que completou 11 anos, tem mudado a realidade de muitos jovens. “Desafio que alguém do nosso projeto queira aceitar emprego na zona urbana com os salários praticados na atualidade”.

Para Iraci De Jesus, 28 anos, moradora da localidade do Bonfim, o Curso Jovem empreendedor Rural já começou a mudar a sua vida. “Até poucos dias, tinha vergonha de dizer que moro na zona rural, agora, me orgulho e sei que estou tendo a oportunidade de realizar o meu sonho”, disse. O brilho nos olhos dos outros 29 alunos, reflete de forma explicita a expectativa que a turma tem em relação ao curso.

A aula inaugural teve ainda as participações dos vereadores Bertolino de Jesus, Agostinho Junior, Antônio Barreto, além de Natan Pires (Banco do Nordeste), Harley Mendonça, diretor geral do IF Baiano, Antônio Jorge e Geraldo Costa (Ceplac Valença), Ivan Benedito (Coofava), Jean Costa Silva (Ceplac Itabuna), Aldo José e Paulo Silva (Ceplac Santo Amaro), Valmir Fernandes (Ceplac Camamu).
(Ascom PMValença)

Nenhum comentário:

Postar um comentário