Respeita as Mina

Respeita as Mina

domingo, 30 de junho de 2013

Saúde é maior problema do País...

Para 48% dos entrevistados, saúde é maior problema do país. Resultado é de pesquisa Datafolha divulgada neste domingo...
A saúde é hoje o principal problema do país de acordo com eleitores ouvidos pelo Datafolha. O resultado da pesquisa foi divulgado na edição deste domingo do jornal “Folha de S. Paulo.”

De acordo com o levantamento, 48% dos entrevistados apontaram para a saúde como maior problema brasileiro. 

O setor ocupa historicamente o primeiro lugar nas pesquisas do instituto, mas, na última pesquisa que havia feito essa pergunta, de dezembro de 2012, o índice era menor: 40%. Antes, em março de 2011, era de 31%.

A pesquisa também identificou queda no número de eleitores que elegem a segurança como principal problema. De segunda mais citada em dezembro de 2012, com 20%, a segurança passou agora para o quarto lugar, com 10%.

O segundo lugar na atual pesquisa ficou com a educação, citado por 13% dos entrevistados (eram 11% no levantamento de dezembro). A corrupção vem em terceiro, com 11%, crescimento de 7 pontos percentuais em relação à pesquisa de dezembro, quando tinha 4% e ocupava a quinta posição. 

O quinto lugar agora é do desemprego, com 4%. A pesquisa foi realizada na quinta (27) e sexta (28) com 4.717 pessoas, em 196 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Resposta aos protestos
A pesquisa também perguntou aos eleitores como avaliavam a atuação da presidente Dilma Rousseff frente aos protestos que tomaram as ruas do país. A maioria, 38%, a considera regular. Para 32%, ela é boa ou ótima. Outros 26% a avaliaram como ruim ou péssima. E 4% não sabem ou não responderam.

Desempenho entre os jovens
A presidente Dilma Rousseff perdeu apoio dos eleitores, em meio a protestos que acontecem nas principais cidades do país, e, se as eleições presidenciais fossem hoje, ela teria provavelmente de enfrentar o segundo turno, segundo o Datafolha.

Dilma teria hoje 30% das intenções de votos para a disputa presidencial de 2014, em um cenário de disputa que inclui Marina Silva (Rede), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Nesta simulação, a petista tinha 51% das intenções de voto na pesquisa anterior, realizada nos dias 6 e 7 deste mês. Ou seja, a presidente perdeu 21 pontos em três semanas.

Em segundo lugar aparece Marina Silva, que subiu de 16% para 23%. Aécio foi de 14% para 17%. Campos oscilou de 6% para 7%. Os três adversários juntos pularam de 36% para 47%.

De acordo com a pesquisa, Dilma tem seu pior desempenho entre os jovens. Na média geral, a presidente pontua 29% ou 30% nos cenários simulados pelo instituto, mas, entre os eleitores de 16 a 24 anos, ela oscila para 27%.

No cenário em que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, entre como candidato, Dilma tem 26% das intenções de votos entre os entrevistados de 25 a 34 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário