+ DE 20 obras

terça-feira, 17 de abril de 2012

PT de MARTIN - 1° de Maio – Dia do Trabalhador – Sou Negro e Trabalhador: Quero Justiça e Paz


Em 2012, a CUT-BA e o Ilê Aiyê, em parceria inédita, celebram o 1° de maio, Dia do Trabalhador, com o tema Sou Negro e Trabalhador: Quero Justiça e Paz.

O bairro da Liberdade, em Salvador, conhecido pela concentração de negros e por sua ligação com o movimento de combate ao racismo, será palco principal das comemorações que incluem atividades de cunho social e um ato-show na Praça do Plano Inclinado, com apresentações do Ilê Aiyê e outras atrações.

A CUT-BA também realizará atividades no interior do Estado, com destaque para a discussão de temas raciais.     

O presidente da CUT-BA, Martiniano Costa, ressalta que com este tema a CUT-BA fortalece o combate às práticas de discriminação no estado que tem a maioria de sua população negra. “Na Bahia, os negros ainda enfrentam enormes dificuldades no mundo do trabalho e possuem menos acesso à educação, saúde, alimentação de qualidade, entre outros serviços importantes. Além disso, enfrentam a violência que tem tirado a vida de muitos jovens das periferias”, diz.

Além do ato-show, a CUT promoverá palestras oficinas e debates na sede do Ilê Aiyê, nos dias 25 e 26 de abril, quinta e sexta-feira. Os temas a serem abordados são: O negro e o mercado de trabalho/ Economia solidária: um instrumento de inclusão social; População negra: renda, escolaridade e mundo do trabalho; Mulheres e mercado de trabalho: discriminação da sociedade e mídia no século XXI.

O secretário de Administração e Finanças da CUT-BA, Manoel Moura, enfatiza que a partir das discussões, a CUT-BA pretende elaborar um documento para ser entregue a parlamentares e gestores públicos, pontuando questões que afligem a população negra. “A CUT-BA avalia que o combate ao racismo visa romper com a lógica que coloca o afrodescendente como marginal na sociedade”, alerta o dirigente.
(CUT-Bahia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário