Respeita as Mina

Respeita as Mina

sexta-feira, 27 de junho de 2014

PT leva milhares à convenção que oficializa chapa para eleições na Bahia...

A convenção que oficializa os candidatos do governo baiano na eleição de outubro levou milhares de pessoas ao Parque de Exposições de Salvador, nesta sexta-feira (27/6).

Otto Alencar, postulante ao Senado pelo PSD e integrante da aliança que procura eleger Rui Costa ao governo do Estado, disse que estava sentindo a maior emoção de sua vida.

Ele destacou o que considera conquistas dos governos Lula e Dilma, como a consolidação do Bolsa família e o aumento real do salário mínimo no país. E agradeceu a presença de militantes e e simpatizantes das diversas regiões da Bahia. "Tem gente que viajou 14 horas para estar aqui e ninguém recebeu dinheiro", garantiu.

Críticas de Lídice
Mais cedo, em entrevista à Rádio Metrópole, a senadora Lídice da Mata, candidata ao governo da Bahia pelo PSB, acusou o governo Jaques Wagner (PT) de uso da máquina pública para tentar eleger o seu sucessor. “É uma festa pré-concebida para ser um espetáculo. Um espetáculo que possa mostrar a força de uma candidatura, que tem demonstrado pouca força individual”, declarou Lídice.

No Parque de Exposições, Rui Costa se referiu ao grande número de pessoas, mais de 15 mil, segundo cálculos feitos pelo deputado Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa; ou 30 mil de acordo com o PT. "Está cheio do lado de dentro e lá fora há uma multidão, que não conseguiu entrar". O candidato do PT disse que "a militância foi por amor.

João Leão (PP), candidato a vice-governador, fez um discurso em que falou de Rui Costa como uma das grandes figuras que encontrou, destacando a construção da Ferrovia Oeste-Leste.

Corrupção e Economia
Presente à convenção, o ex-presidente Lula defendeu a moralização da política e uma reforma capaz de segundo ele devolver o crédito perdido. Para ele, a política se tornou "uma coisa vergonhosa" aos olhos do povo. Mas considera ter havido avanços nas áreas solcial e econômica. "A gente andava de pau-de-arara. Agora anda de avião."

Lula disse que a economia de hoje é melhor que a de 12 anos atrás e afirmou que o País cresceu comandado "por um metalúrgico e uma mulher". Segundo ele, seu primeiro legado foi fazer o País andar de cabeça erguida. E voltou a culpar a imprensa. "A juventude brasileira não tem informação correta, porque as coisas boas que acontecem neste país a gente não vê na TV".

E sobre a corrupção, também culpou a mídia. "Antes do PT corrupção não aparecia nos jornais, porque eles jogavam para debaixo do tapete".

Ele considera que a Petrobras está fortalecida e que se a imagem da companhia encontra-se arranhada isso também se deve aos jornalistas. "Dilma fez o que 98% dos brasileiros querem que ela faça: ela fortaleceu a Petrobras. Não saiu na imprensa."

O ex-presidente disse que o Brasil só está crescendo menos do que a China. Na verdade, enquanto se espera um crescimento de 7,5% para a China, em 2014, de 5% para os países emergentes, 3,5% para a média mundial e 2,5% para a América Latina, o Brasil deve crescer apenas 1,6%, de acordo com a última projeção feita pelo Banco Central.

E, ao criticar os que apontam o desempenho considerado frustrante da economia, Lula acabou dando munição aos seus opositores. De acordo com ele, o mercado financeiro nunca ganhou tanto dinheiro quanto durante o governo do PT. "O tal de mercado nunca ganhou tanto dinheiro quanto ganhou agora. Falta bom senso pra falar das conquistas do Brasil."

Rui Costa
O candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa, citou obras feitas pelo governador Jaques Wagner, segundo ele quem mais fez investimentos em abastecimento de água. Ele também se referiu à gestão da presidente Dilma Rousseff e previu que ela terá "mais de 3 milhões de votos na eleição”. 

Rui comparou a convenção do partido com a realizada pela oposição na Bahia. “Eles escolheram um lugar para mil pessoas, porque não têm nossos militantes. Nós tivemos que escolher um parque gigantesco e não o suficiente”, afirmou, pedindo desculpas às pessoas que não conseguiram entrar”.

O candidato petista respondeu aos críticos da pequena extensão do metrô de Salvador, inaugurado este mês. "Quanto aos 7,5Km iniciais, eu respondo: a cada quatro ou cinco meses uma estação será inaugurada e teremos mais de 41 quilômetros de metrô”. 

Rui chamou a família para o palco e chorou ao falar da infância, segundo ele "sofrida".

Dilma Rousseff
A presidente Dilma Rousseff criticou a oposição e os que se opunham à Copa do Mundo no Brasil, e anunciou um combate "às mentiras e à desinformação", garantindo que o PT fez muito tanto na Bahia quanto no País. E fez referência ao "medo da volta ao passado, da volta à época do desemprego, do arrocho salarial, da inflação".

Ela garantiu ter levado 42 milhões de pessoas à classe média. "42 milhões de pessoas são a população da Argentina. Nós tiramos uma Argentina da pobreza", afirmou.

Dirigindo-se diretamente aos baianos, disse ter enfrentado a maior estiagem dos últimos 100 anos, utilizando o seguro-garantia para a safra e construindo mais de 260 mil cisternas.
(Tribuna da Bahia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário