Respeita as Mina

Respeita as Mina

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Jornada iniciada para a criação da Região Metropolitana de Santo Antônio de Jesus...

“As Regiões Metropolitanas consistem basicamente em uma grande cidade e sua área de influência. Nesse sentido é necessário haver uma grande área urbanizada constituída por um processo de conurbação”.

A definição acima norteou o início de uma longa jornada que começa a ser traçada pelas Entidades Empresariais em parceria com a Prefeitura, Câmara de Vereadores, Observatório Social e UNEB, visando o desenvolvimento não só da cidade de Santo Antônio de Jesus, mas de todas as cidades que compõem seu entorno.

No mês de outubro, duas reuniões realizadas nos dias 14 e 29 no Espaço Empresarial discutiram o assunto, já definindo os primeiros passos para a formatação do pré-projeto e a articulação de mais parceiros para a fase inicial. Na última reunião, o diretor Jairo Passos lembrou aos presentes de grandes sonhos acompanhados pelas Entidades Empresariais desde o início como a Universidade Federal do Recôncavo, que demorou quase 20 anos para se tornar uma realidade, mas que em nenhum momento foi tido como inalcançável: “O grande diferencial de nossa cidade é a disposição para buscar esses sonhos e transformá-los em algo de interesse comum”, disse.

De acordo com o Professor Doutor em Geografia da UNEB, James Amorim, as Regiões Metropolitanas não podem ser criadas e sim, instituídas por lei. Daí a necessidade de se ter a participação de representantes dos poderes públicos de toda a região envolvidos no processo. Ainda de acordo com o professor, todo o processo deve ter bem definido desde o início três importantes pontos: o projeto, o seu direcionamento e a sua finalidade, não podendo assim ser atropelado em nenhuma das suas fases: “Se o projeto for feito da forma correta, tem tudo para dar certo”, afirmou James. 

Para isso, as Entidades Empresariais enviaram um pedido oficial solicitando os estudos iniciais para a instalação da Região Metropolitana que terá Santo Antônio de Jesus como sede, ao grupo de pesquisas do Departamento de Geografia da UNEB, campus V: As cidades e o urbano. A previsão é que os estudos iniciais sejam concluídos em seis meses e a partir deles sejam realizadas audiências públicas nas cidades que podem compor a Região Metropolitana. Todo o processo será acompanhado por uma comissão formada com representantes dos órgãos e entidades envolvidas e durante esse período de elaboração, esta comissão pretende visitar outras regiões constituídas como metropolitanas e dar início as articulações de parcerias que serão necessárias. O primeiro passo já foi dado, jornada iniciada.
(Aloma Brito - ACESAJ/CDL/SINCOMSAJ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário