IPTU 2024

segunda-feira, 8 de julho de 2013

11 de JULHO: Dia Nacional de Lutas e Paralisações. Para a Educação. Para o Brasil...

Na próxima quinta-feira, 11 de julho, a Educação para. O Brasil para.

A APLB-Sindicato, como sempre fez nos seus 61 anos, estará na linha de frente no Dia Nacional de Lutas e Paralisações.

Com seu histórico de luta e experiência política-sindical a APLB é uma liderança natural nos movimentos de rua, portanto os professores e os demais trabalhadores em Educação da Bahia paralisarão seus trabalhos e participarão de atividades no interior do Estado, seguindo a orientação das centrais sindicais e, na capital, concentração na Praça do Campo Grande, às 11 horas.

Recentemente, na festa cívica do 2 de Julho a APLB-Sindicato reafirmou suas bandeiras e o que precisa ser conquistado ainda:

- 100% dos royalties do petróleo sejam destinados à Educação
- Piso Salarial Profissional Nacional seja respeitado e pago por todos os governantes
- Fim do Fator Previdenciário
- Os trabalhadores em Educação tenham em todo o país o Plano de Cargos e Carreira
- 40 horas semanais sem redução salarial
- Pagamento da URV
- Reforma Agrária
- A destinação de 10% do PIB para a Educação
- 10% do Orçamento da União para a Saúde
- Plano Nacional de Educação (PNE) já
- Ratificação da Convenção 158 da OIT
- Regulamentação da Convenção 151 da OIT
- Profissionalização dos funcionários da Educação
- Política de valorização dos aposentados
- Melhorias no transporte público e passe livre para estudantes.
(APLB)


Nenhum comentário:

Postar um comentário