+ DE 20 obras

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Wagner anuncia novas embarcações e reintegra o ferryboat Pinheiro ao sistema

O Sistema Ferry Boat, que faz a travessia Água de Meninos-Bom Despacho, já conta, a partir desta terça-feira (29), com mais uma embarcação, o ferry Pinheiro, completamente reformado. Durante a entrega, o governador Jaques Wagner também assinou autorização para o lançamento do edital de pré-qualificação, em caráter internacional, de empresas interessadas em fornecer até três ferries para operar na travessia da Baía de Todos-os-Santos.

Os novos motores do Pinheiro reduzem o tempo de travessia de uma hora e meia para 40 minutos. “Ficamos com três embarcações operando e temos mais dois para chegar, provavelmente ainda antes do Carnaval. Os barcos que estão passando por manutenção já ficaram à deriva várias vezes e foram retirados de circulação para evitar um acidente de grandes proporções. Com a redução do tempo de percurso e a chegada de mais embarcações, poderemos dar mais tranquilidade a quem trabalha todos os dias e a quem vai desfrutar o lazer na ilha”, afirmou o governador.

Ele disse que o tempo para chegar os ferries que serão comprados vai depender do processo de licitação. “Aqui no Brasil não há barcos com estas especificações para venda, só sob encomenda. Como há barcos novos e semi-novos com as características ideais na Europa, onde a economia está tornando este tipo de negócio vantajoso para nós, já apareceram algumas ofertas. Nós vamos pré-qualificar as empresas e eu espero que ainda neste semestre a gente já possa comprar mais dois ou três ferries e tranquilizar de vez a travessia”.

Recuperação
O ferry boat Pinheiro tem capacidade para 800 passageiros e 50 carros. Foram ampliadas as acomodações dos passageiros abaixo do convés para 300 pessoas, servidas com ar condicionado e cadeiras novas. O salão de passageiros foi reestruturado, acomodando 400 passageiros em cadeiras, e o setor de propulsão recuperado, com a substituição de dois motores, duas linhas de eixos e duas hélices. Todos os tanques foram tornados estanques e testados estruturalmente e o casco pintado.

O novo alojamento para os tripulantes tem dormitórios com ar-condicionado, copa-cozinha, além de melhorias na sala de comando, equipada com ar-condicionado, radares novos, moderno GPS, novo rádio comunicador, coletes salva-vidas, boias, banheiros masculino e feminino, completamente reformados, compressores de ar, ventiladores e bombas.

Maria Bethânia começa operar nesta quarta-feira
Segundo o vice-governador e secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, o ferry Maria Bethânia, que estava com problema no eixo e recebeu dois motores novos, volta a fazer a travessia nesta quarta-feira (30). “O Ivete Sangalo está em revisão nos quatro motores, eixos, reversores e deve estar operando até o próximo sábado (2). Esta recuperação dos barcos é um pouco demorada em função da compra das peças, que precisam ser importadas. No Carnaval nós teremos o Rio Paraguaçu, Ana Nery, Pinheiro, Ivete Sangalo e Maria Bethânia com condições seguras de tráfego”. 

Alencar disse que ainda se encontram docados o Ipuaçu, Agenor Gordilho e Juracy Magalhães. “Quando nós paramos o Juracy Magalhães, Pinheiro e Agenor foi para evitar um acidente de graves proporções, como já aconteceu em outras regiões. Foi por isto que houve também a intervenção”.

Gestão
Sobre a gestão do sistema, o secretário informou que a empresa Internacional Marítima será contratada por um período de seis meses. “Ao final deste prazo será lançado o edital para a nova concessão pelo período pré-estabelecido na lei”. Para o secretário, durante o tempo em que o sistema está sob intervenção, a atividade se mostrou viável, com os todos os barcos funcionando. “A receita é suficiente. O que aconteceu na gestão passada foi improbidade administrativa, irregularidade na administração, desvio de função dos recursos. Por isso, nós fizemos a intervenção e o Ministério Público pediu a indisponibilidade dos bens dos antigos gestores da TWB e da Agerba”. Alencar disse ainda que durante o Carnaval não haverá venda de passagens com hora marcada para a travessia. “Isso só vai ser possível quando todos os barcos estiverem funcionando”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário