+ DE 20 obras

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Martiniano é homenageado pela cidade de Salvador

Valenciano negro do Tamarineiro eleva o nome da sua cidade na capital baiana e recebe honraria de reconhecimento por suas lutas no movimento sindical...

Na manhã desta quarta-feira, 30, o presidente da CUT-BA, Martiniano Costa, recebeu o Título de Cidadão Soteropolitano, na Câmara de Vereadores de Salvador. A homenagem foi concedida a pedido da vereadora Vânia Galvão (PT/BA). Militantes de diversas entidades dos movimentos sindical, social e popular, parlamentares das esferas municipal, estadual e federal prestigiaram a solenidade, além de familiares e amigos. Um vídeo com a trajetória de vida de Martiniano foi exibido no início da sessão.

A mesa solene foi composta pelos seguintes membros: vereadora Vânia Galvão, líder da oposição da Câmara de Vereadores de Salvador; o secretário de Promoção de Igualdade Racial, Elias Sampaio, representando o governador Jaques Wagner; o presidente do PT, Jonas Paulo; a vereadora Marta Rodrigues, presidente da Comissão de Finanças da Câmara Municipal; o deputado federal Josias Gomes representando o presidente da Câmara Federal, Marcos Maia.

A vereadora Vânia Galvão falou da trajetória de luta de Martiniano, em defesa dos trabalhadores, acompanhada por ela em diversos momentos. "Acompanhei a luta de Martiniano desde o início, no empenho por serviços públicos de qualidade e para todos, na direção do Sintsef e da Condsef. O movimento sindical trava uma correlação de forças entre os trabalhadores e o capital. Martiniano é peça dessa luta. A CUT, maior Central Sindical do Brasil e da América Latina, conta com a força ativa de Martiniano", salientou.

Em sua fala, a vereadora Marta Rodrigues enfatizou a importância de Martiniano na luta dos trabalhadores e do movimento negro. "a vereadora Vânia Galvão está de parabéns pela homenagem que presta a um grande companheiro, justamente no mês de maio, que tem grande relevância no calendário de lutas, pois começa com a data máxima dos trabalhadores e termina com o 13° CECUT, quando a CUT elege sua nova direção", colocou.

O presidente do PT, Jonas Paulo, em sua fala, enfatizou a relevância de Martiniano à frente da CUT. "Esta é uma justa homenagem a um companheiro que dirige a maior Central da América Latina. Um reconhecimento a um negro que tem dedicado a sua vida à luta dos trabalhadores. Para mim é um dever e um prazer estar aqui. Martiniano é a esperança por quem espera o povo de Valença", disse o presidente.

O deputado federal Josias Gomes ressaltou que Martiniano faz uma luta de grande importância para a transformação do Brasil e da Bahia. Ele ressaltou a conjuntura favorável criada no país. "A nossa Central criou as condições para que tivéssemos novas gerações de dirigentes sindicais. Vou voltar agora para Brasília, mas tive de estar aqui porque sei o quanto significa esses momentos para nós. É a vida que todos nós dedicamos a esta causa", disse.

O secretário de Promoção de Igualdade Racial, Elias Sampaio, representando o Governador Jaques Wagner, parabenizou Martiniano e enfatizou que nos últimos dez anos o Brasil acelerou o desenvolvimento econômico e social mais do que nos últimos 500 anos. "A elite brasileira, além de intolerante, preconceituosa e arrogante, é extremamente ignorante. Eles não entendem que quando discutimos as coisas no nível que eles consideram de elite, nao perdemos de vista as causas dos trabalhadores, dos negros, das mulheres e de outros atores sociais. É importante para nós termos um novo cidadão de Salvador, devidamente certificado", colocou.

O Governador Wagner, por telefone, mandou um abraço ao amigo e o cumprimentou pela justa homenagem.

Martiniano agradeceu a homenagem e ressaltou a importância do auxílio de grandes companheiros de luta e de jornada, além dos funcionários e pessoas que o auxiliaram na tarefa à frente da CUT-BA. "Ao receber esse título, acredito que é o reconhecimento da luta que inclui a defesa da redução da jornada de trabalho sem redução de salários, entre tantos outros pontos importantes da jornada de lutas da CUT. Ajudei na luta de eleger companheiros como Wagner, governador do estado e de Lula para a presidência. Temos uma identidade de projeto de transformação social. Começaria tudo outra vez, porque valeria à pena. Tudo isso não seria possível não fosse tantas pessoas que passaram pela minha vida, principalmente o meu povo de Valença".

Foram registradas as seguintes presenças: professora Flordolina Angélica de Andrade, diretora da DIREC 5 e esposa de Martiniano; Claudio Santos, representando o deputado estadual Yulo Oiticica; Vilobaldo Machado represetnando o deputado federal Zezeu Ribeiro; Cristina Brito, diretora do Sinergia; Edla Rios, dirigente do Sinttel; Cedro Silva dirigente do Sindipetro; Raimundo Coutinho do Sindae; Valdemir Medeiros do Sindprev; Pedro Barbosa (Peu) secretário de Combate ao Racismo da CUT-BA; José Leite do Sindicato dos Rodoviários da Bahia; Salete Lucena, presidente da APLB-Sindicato (Costa do Dendê); Edvaldo Pitanga do Sintsef; entre outros.

Histórico - Nascido em Valença(BA), Martiniano Costa é formado em História pela Uneb e professor em Agrimensura da Emarc de Uruçuca. Sua base sindical é a dos servidores públicos federais, do Sintsef e Condsef.

Uma grande comitiva de Valença levou a bandeira da cidade para a solenidade e prestigiou o reconhecimento pelo trabalho do filho de Valença e agora também filho adotivo de Salvador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário