IPTU 2024

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

ADMINISTRAÇÕES MUNICIPAIS - Pesquisa MAPE\DENDENEWS.COM aponta índice de aprovação popular dos prefeitos

Hildécio Meireles, prefeito de Cairu, mantém liderança regional

A MAPE Pesquisas, em parceria com o site de notícias www.dendenews.com, realizaram uma verdadeira varredura na região, medindo, através de uma grande pesquisa nas ruas, a popularidade das administrações de 12 prefeitos.

As equipes da MAPE percorreram, entre os dias 10 e 26 de dezembro passado, os municípios de Valença, Taperoá, Nilo Peçanha, Cairu, Ituberá, Igrapiúna, Camamu, Gandu, Piraí do Norte, Wenceslau Guimarães, Teolândia e Presidente Tancredo Neves, aplicando questionários sobre as eleições 2012 (quem ganha, quem perde) e, sobretudo, questionando as gestões municipais.

Como o dendenews.com não registrou os resultados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), apenas publicará o ranking dos prefeitos da região.

ANÁLISES DAS CONJUNTURAS
O prefeito de Cairu – Hildécio Meireles – continua muito bem, chegando próximo do lugar onde não terá mais para onde crescer, pois os seus 94,2% de aprovação são dados, que apesar de saudáveis, beiram a unanimidade e provocam na pequenina oposição um desejo de lutar com mais gás para retomar o poder máximo do município-arquipélago. Hildécio é o melhor prefeito da Costa do Dendê há muito tempo. Está, pelo visto, consolidado esta sua posição de liderança.

Em Taperoá, Toinho do Banco recuperou o fôlego, continuou dando atenção especial à zona rural, enquanto a zona urbana ainda não viu nada acontecer em termos de obras. O tripé limpeza urbana, iluminação pública e salário em dia tem ajudado bastante Toinho emplacar 76,9% de aprovação.

Nilo Peçanha é um caso à parte. Lá, as eleições 2008 até hoje não terminaram. O bloco de Gracinha\Galdino enfrenta o bloco de Carlos\Done diariamente. Carlos ganha um pedaço da Sede e da região de São Benedito (km 5) e Gracinha ganha uma outra metade da Sede e as áreas de São Francisco e Barra dos Carvalhos. A aprovação de 45,4% para a administração municipal de Nilo chega a ser um número razoável, diante da guerra santa deles lá, que insiste em nunca acabar.

Andrezito, em Ituberá, é outro gestor que andou recuperando prestígio na comunidade. O homem conseguiu fazer mais obras em um ano do que os últimos gestores juntos. Isto gera diferença, comparação, empregos, desenvolvimento e aprovação de governo: 71,4%. Para ajudar um pouco mais, vem conquistando, aos quilos, antigas lideranças oposicionistas, como a ex-vereadora Carmen Regina e o ex-prefeito Dr. Kléber Tunes. Quer mais!?

Igrapiúna é um verdadeiro “Deus nos Acuda!”. Edmundo voltou para comprovar incompetência quase total e tem a aprovação de apenas 17,9%. É o último colocado entre todos os prefeitos daqui.

Ioná respira em Camamu. Sabe lá Deus que dispositivo jurídico a mantém ainda no poder, mas os seus 36,5% de aprovação popular significa dizer que haverá eleições em Camumu este ano. Para tanto, fique sabendo que mesmo que ela seja, enfim, retirada do poder, o processo não cassa os seus direitos eleitorais. Ela poderá, em qualquer hipótese, concorrer a eleição 2012. Para manter a chance dela ganhar outra vez para prefeita, Américo tem que ser também candidato, caso contrário, Zequinha – líder nas pesquisas – voltará facilmente ao poder.

Em Piraí do Norte, Herazinho começou a patinar. Já esteve muito bem, continua um pouco tranquilo na zona rural, mas na zona urbana o bicho pega. Ele está com 62,8% de aprovação. Suas ações na área de segurança, calçamentos nos distritos, construção da ponte no centro da cidade, manutenção da educação e saúde garantem a Herazinho o título de melhor prefeito que Piraí já teve. Entretanto, os salários dos servidores públicos municipais começaram a atrasar há alguns meses e esta situação vem mexendo com a economia do lugar: a feira livre, dia de sábado, não é mais a mesma, a cara de alegria do povo é superada pela tristeza e a aprovação popular de Herazinho, nesse instante, desce a ladeira...

Susete, em Wenceslau Guimarães, esqueça. Não há sinais da presença do governo municipal em nada. As estradas que a equipe de pesquisa da MAPE enfrentou, chegando em distritos a 98 km de distância da Sede, como o Novo Horizonte, são verdadeiras arapucas. Vários distritos não vivem e não sabem nada de Wenceslau, preferem se relacionar com Santa Inês, Jaguaquara e outros municípios às margens da BR 116. Os 28,5% de aprovação de Susete chegam a ser uma surpresa.

Em Presidente Tancredo Neves, o prefeito Quinha poderia estar melhor. Algo vem incomodando o povo da Sede, da Moenda e do Corte de Pedra. Ele calçou tudo o que pôde nos últimos anos e sua aprovação de 64,4% ainda é suficiente para conseguir emplacar um bom candidato para sua sucessão. Os nomes que ostentam melhores pontuações nas pesquisas fazem parte do seu grupo político.

Antônio Júnior, em Teolândia, é um prefeito bem conceituado pela opinião pública. Júnior tem 71,7% de aprovação, depois de sete anos de governo, não é pouco. Seus conhecimentos em agronomia e da realidade de vida da zona rural ajudaram muito o desenvolvimento agrícola do município. O povo do campo é muito grato por isso. A briga lá será boa, mas tem ampla chance de emplacar o seu candidato na eleição para prefeito deste ano.

Em Gandu, a Dra. Irismá meteu os pés pelas mãos, desde o primeiro ano de governo. O povo do PCdoB foi muito afoito para a tomada do poder, encheu a prefeitura de estrangeiros de Salvador, desconhecedores da realidade local, e pimpa: nada vezes zero dá zero! O povo do PCdoB fez de conta que foi embora, ela melhorou algumas coisas na área da saúde, fez uma eleição razoável para deputados e governador, em 2010... e mais nada. Hoje ela tem 20,4% de aprovação popular e ressuscitou um ex-prefeito que o povo hoje chora de saudade...

Valença, ah, Valença! Há sinais de que a cidade melhorou nos últimos meses. Tirando Adão, Eva, Jesus Cristo dos Craqueados e uma cidade com cara de Iraque depois da guerra (Eu vejo um novo começo de era\ De gente fina, Elegante e sincera\ Com habilidade Pra dizer mais sim\ Do que não...), o povo de Valença insiste em dizer que o governo municipal de Tio Ramiro não presta. É notável os seus 18,5% de aprovação. Então, tirando não, botando. Botando tudo de mal que vem acontecendo na cidade e na zona rural, o povo descobriu uma fórmula mágica para apontar o culpado: Ramiro Queiroz. Nada mal. Ele poderia ter feito muito em ações preventivas, ele poderia estar fazendo muito mais em ações corretivas e pouco fez & faz. Por outro lado, Ramiro ainda vai dar muito trabalho nas próximas eleições. Esses 18,5% de aprovação se transformam em 33,3% de votos válidos nas urnas da noite para o dia... Tudo vai depender da inteligência ou burrice das lideranças da “oposição”.

CONFIRA OS PERCENTUAIS DE APROVAÇÃO DOS PREFEITOS DA REGIÃO
1) Hildécio (Cairu) 94,2%
2) Toinho (Taperoá) 76,9%
3) Antônio Jr (Teolândia) 71,7%
4) Andrezito (Ituberá) 71,4%
5) Quinha (Presidente Tancredo Neves) 64,4%
6) Herazinho (Piraí do Norte) 62,8%
7) Gracinha (Nilo Peçanha) 45,4%
8) Ioná (Camamu) 36,5%
9) Susete (Wenceslau Guimarães) 28,5%
10) Irismá (Gandu) 20,4%
11) Ramiro (Valença) 18,5%
12) Edmundo (Igrapiúna) 17,9%

Nenhum comentário:

Postar um comentário