Estúdio MC

domingo, 14 de agosto de 2022

Morro de São Paulo e Boipeba terão passeios para a temporada das Baleias Jubarte...

São esperadas cerca de 20 a 25 mil mamíferos na costa baiana este ano e o fenômeno promete aquecer o turismo no arquipélago
Baleias à vista! A paisagem das ilhas do Morro de São Paulo e Boipeba fica ainda mais bonita com grupos de baleias Jubarte, que chegam ao litoral baiano até o mês de outubro. Os mamíferos deixam o mar gelado da Antártida para se reproduzirem em águas mais quentes no território brasileiro e podem ser observados pelas praias do município de Cairu, fomentando a atividade turística.

O número de baleias Jubarte em mares brasileiros aumentou cerca de 20 vezes graças aos trabalhos de recuperação da espécie, que era considerada ameaçada de extinção. O Instituto Baleia Jubarte, responsável pelo acompanhamento e pesquisa da espécie, estima que neste ano entre 20 e 25 mil baleias devem passar pelo litoral baiano, cenário muito diferente dos mil animais contabilizados quando o projeto iniciou suas atividades, em 1988.

Uma das atividades acompanhadas pelo instituto são os passeios de barco para observação de baleias, que acontecem no arquipélago de Cairu, unindo pesquisa, turismo e produção de conhecimento. Os passeios são realizados de forma sustentável e seguindo as normas de diretrizes da Lei Federal 7.643 de 1988, e da Portaria IBAMA 117 de 1996, que regulamentam a atividade no Brasil.

Além de promover o contato com a espécie, a atividade tem papel fundamental na economia local, afirma Cláudio Brito, secretário de turismo de Cairu. “É mais um roteiro Turístico que será disponibilizado aos nossos visitantes. Mais oportunidade de emprego e renda para os donos de lancha e guias, que terão autorização para realizar o passeio de observação”.

O gestor prospecta a habilitação de 10 empresas para a realização do roteiro e enfatiza a importância de seguir as diretrizes de segurança, para que a observação seja uma atividade responsável e prazerosa para todos.
(Ascom Prefeitura de Cairu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeita as Mina