Respeita as Mina

Respeita as Mina

sábado, 8 de abril de 2017

Plataforma de negócios em audiovisual, NordesteLAB, abre inscrições

O NordesteLab 2017 acontecerá entre os dias 30 de maio a 02 de junho no Goethe Institut - ICBA, em Salvador
O NordesteLab, uma plataforma de articulação, desenvolvimento e geração de negócios no mercado audiovisual regional está com inscrições gerais gratuitas abertas que devem ser realizadas no site www.labaudiovisual.com.br. O evento acontece entre os dias 30 de maio e 02 de junho, no Goethe Institut – ICBA, em Salvador. Neste encontro anual da plataforma acontecem atividades de formação, comercialização de produtos audiovisuais nordestinos, apresentação de cases, intercâmbios profissionais, encontros entre produtoras, roteiristas e desenvolvedores de games, entre outras atividades. Em breve, serão abertas as inscrições para a Rodada de Negócios, Encontros e Master Classes, com valores divulgados no site.

O projeto, que este ano conta com a curadoria do cineasta baiano Pola Ribeiro e do premiado produtor pernambucano Chico Ribeiro da REC Produtores Associados, surgiu com o objetivo central de fomentar o mercado audiovisual nordestino, através de pesquisas, atividades de formação e da promoção de encontros entre empresas produtoras, produtores independentes e agentes nacionais e internacionais do mercado audiovisual, como canais de televisão, programadoras e distribuidora de filmes, fortalecendo a troca de conhecimento, distribuição e a comercialização de produtos audiovisuais.

Sobre o NordesteLAB - O NordesteLAB se configura como uma plataforma de encontros que visa o fortalecimento de redes, a comercialização de produtos nordestinos, a realização de ações de formação e qualificação, além da promoção de intercâmbios culturais, estimulo à inovação e entrada de novos agentes no setor.

Ele foi pensado como uma ação continuada, dividida em duas etapas complementares. Com a realização de atividades preparatórias de formação, que buscam disseminar conhecimentos gerais sobre a dinâmica do mercado audiovisual no Brasil.

Além de ser um evento composto por espaços de trocas de experiências entre produtoras, realizadores independentes, estudantes e representantes diretos do mercado audiovisual, nacionais e internacionais, como canais de televisão, distribuidoras de filmes e coprodutores.

Edição 2017 - Neste ano, nosso evento principal acontecerá entre os dias 30/05 e 02/06, na cidade do Salvador-BA, e tendo como sede principal o Goethe Institut - Salvador. Em seu terceiro ano de realização, estamos encarando essa edição como um marco para o aprimoramento conceitual de nossa plataforma.

O NordesteLAB 2017 tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, das Secretaria da Fazenda e da Secretaria de Cultura. Neste terceiro ano, busca aprimorar os conceitos e valores que permeiam a construção do NordesteLAB, e reuniremos nossas ações em torno de 5 grandes eixos:

1 – Conexões Emergentes - Aqui propomos o incentivo a diálogos internacionais entre agentes públicos e privados de países emergentes e/ou que fomentem a produção independente. Nossa proposta é estimular conexões globais conectando a região Nordeste com outros países e regiões, inicialmente com foco na América Latina e Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

2 - Horizontes de Mercado - Apontar para tendências do setor, seja no âmbito da criação, produção, consumo, financiamento e novos modelos de negócios.

3 – Intercâmbios Profissionais - Espaços formativos, voltados tanto novos profissionais quanto para os mais experientes, privilegiando a troca de conhecimentos. Aqui buscamos incentivar a qualificação de profissionais em áreas/ temas com menos oferta de atividades formativas ou com maior demanda no setor localmente. Além de buscar o fortalecimento entre agentes de diferentes segmentos do setor e de áreas correlatas.

4 – (Des)locais - Essa é nossa plataforma de articulação regional, nacional e internacional. Aqui incentivamos discussões políticas sobre o setor, especialmente voltadas para o fortalecimento de ações de regionalização, e também apresentando dados e pesquisas para embasar a construção dessas pautas.

5 – Difusão e Oportunidades - Aqui buscamos realizar ações voltadas para discussão e estímulo à difusão e circulação de obras audiovisuais. Buscamos o estreitamento de laços entre os diversos setores da cadeia que propiciem a difusão das diversas culturas, linguagens e negócios possam ser cada vez mais visíveis, seja através do mercado ou outras maneiras de difusão. 

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário