Respeita as Mina

Respeita as Mina

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Cairuenses mantêm tradição da festa de São Benedito‏...

Fé, devoção e alegria. Essa foi a mistura de sentimentos que predominou na festa de São Benedito de Cairu. A Sede do município ficou cheia de visitantes de cidades próximas, que vieram homenagear o santo, bem como de turistas estrangeiros ansiosos em conhecer as manifestações culturais que envolvem a festa. Mas, o que se via pelas ruas da cidade eram, principalmente, filhos da terra aproveitando a data para reverenciar o santo negro e rever os parentes.

Uma concorrida missa solene celebrada no Convento de Santo Antônio, contou com a presença do prefeito Fernando Brito e da primeira-dama Adriana Brito, bem como do secretariado municipal e dos edis cairuenses. Ao término, foi distribuído o famoso pãozinho de São Benedito, também conhecido como o santo cozinheiro, que segundo os fiéis garante fartura na mesa por todo o ano.

Os grupos culturais da Chegança e do Congos seguiram em cortejo pelas ruas, juntamente com a filarmônica cairuense, o rei, a rainha e seu séquito real do Reinado de São Benedito. É nessa tradição do Brasil imperial, rica em sincretismo religioso, que gente simples vira rei, com vestimentas ricamente adornadas com miçangas e lantejoulas. Os negros relembram através da dança seus antepassados, simulando o combate entre mouros e cristãos.

Pela tarde a comemoração continuou com o anúncio da comissão organizadora dos festejos do ano que vem e com a derrubada da bandeira de São Benedito. Seguindo a tradição, o mastro, com a imagem do santo e folhas medicinais, foi derrubado e as ervas disputadas pela população acabaram em segundos.

A Prefeitura de Cairu também organizou uma grande estrutura para a parte profana da festa que aconteceu nos dias 10 e 11. Subiram ao palco nomes como Parangolé, Pagodart, Dois amores, Neto Azevedo, Prá Casar, Samba com Nós, Ideia Cheque e Grupo JS.
(Jamille Soares - Ascom PMCairu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário