IPTU 2024

segunda-feira, 15 de julho de 2013

1ª Divisão do Baianão: Galícia e Catuense voltam à elite

Galícia
Catuense
Quatorze anos depois, um dos times mais tradicionais do futebol da Bahia, o primeiro tricampeão baiano, está de volta à elite do futebol estadual. O Esporte Clube Galícia chegou à final da 1ª Divisão do Campeonato Baiano, após vencer por 4 x 1, com 3 gols de Alemão, o Flamengo de Guanambi, no último sábado, em Pituaçu. A equipe conseguiu o maior objetivo do clube: retornar à 1ª Divisão do Baianão em 2014. Foram 14 anos na segunda Divisão, e agora o demolidor de campeões se junta ao Bahia, Vitória e Botafogo como representantes do futebol da capital no torneio mais importante do estado.

“É com muita satisfação que o clube saúda a todos os torcedores azulinos, que já podem orgulhar-se uma vez mais de estarem na Primeira Divisão baiana. Um agradecimento especial a todos que vêm apoiando e colaborando com o Galícia nos últimos meses, desde antes mesmo da nova direção tomar posse, em janeiro deste ano”, diz a nota oficial no site do clube, cujo presidente é Dário Rêgo, que reassumiu o clube este ano e cumpriu o que prometeu.

Outro clube que também se junta às equipes da principal divisão do Baiano em 2014 é a Catuense. A equipe perdeu por 1 a 0 para o Itabuna, com gol de Luizinho, no Estádio Luiz Viana Filho, na cidade de Itabuna. Mas como jogava com a vantagem do empate e podia até perder por 2 a 0, pois venceu o primeiro jogo das semifinais com uma goleada de 3 a 0, abrindo vantagem para a partida de volta, o Bem-te-vi se classificou para a grande final.

A equipe da Catuense que se destacou por revelar craques do futebol no estado, nos anos 80 e 90, como Bobô, Naldinho, Zanata e Luiz Henrique, ficou cinco anos longe do futebol profissional e surpreendentemente se organizou de última hora e fez uma boa campanha na 2º Divisão, conquistando o acesso à elite. O presidente do clube, Roberto Pena, tem apenas 19 anos e segue os passos do avô Antônio Pena, um dos fundadores do clube. Catuense e Galícia ocupam as vagas do Fluminense de Feira e Atlético de Alagoinhas, que foram rebaixados à 2º Divisão do estadual este ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário