+ DE 20 obras

quarta-feira, 20 de março de 2013

78 veículos são roubados na Região Metropolitana de Salvador em 5 dias


Da última quinta-feira até segunda, o site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, registrou 78 carros e motos que foram roubados e furtados na Capital baiana e na região Metropolitana. As ações dos bandidos ocorreram em diversos bairros, como Itapuã, Imbuí, Paralela, Pituba, Federação, Ribeira, Cabula, IAPI, Vila Laura, Paripe, Liberdade, Largo do Tanque, dentre outros. A Região Metropolitana de Salvador, também registrou várias ocorrências desse delito, ocorrido na cidade Camaçari e as regiões de Itinga e Vilas do Atlântico, em Lauro de Freitas.

Os horários mais frequentes para os roubos e furtos, segundo divulgação do site da SSP, são da madruga até as 10h e das 16h até as 22h. Os ladrões preferem veículos populares, o que representa um número grande de carros roubados nos modelo, Pálio, Gol, Corsa, Celta e Uno. Os roubos e furtos de motocicletas também tiveram um aumento grande, segundo o portal da SSP.

Diante dos dados, o delegado titular da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), Marcos César da Silva, disse que já está com operações em conjunto com a Polícia Militar realizadas em vários pontos da cidade. “Estamos também agindo em conjunto com a Sucom (Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município) e, na semana passada, fechamos várias oficinas e prendemos em flagrante um proprietário que estava com peças e carros roubados, na Boca do Rio. Nossas equipes também visam os locais de mais incidências nos delitos e estamos atentos para agir”, ressaltou o delegado.

Devido o aumento dos assaltos, os motoristas dirigem assustados pelas ruas. Há vinte dias, o motorista José Carlos Rocha, 45 anos, estava se preparando para ir ao trabalho e parou numa rua, próximo a sua casa, no bairro de Pau Miúdo, ao retornar, o seu veículo, um Fiat Uno, não estava mais no local. “Graças à Deus eu não estava no carro. Quando estava na delegacia registrando a ocorrência, chegou uma senhora chorando dizendo que o veículo dela foi levado e os marginais usaram uma faca no seu pescoço para praticar o roubo. A senhora estava em estado de choque e essas agressões dos bandidos estão causando um trauma para os motoristas e muitos nem conseguem mais voltar a dirigir”, ressaltou.

O delegado Marcos César ressaltou que é preciso que os motoristas tenham mais atenção quando estão dirigindo. “É bom andar com os vidros fechados. Não parar em qualquer local, principalmente, se for deserto. Se tiver suspeito, não pare o veículo, procure um local seguro para estacionar e também pode entrar em contato com os nossos agentes de plantão no telefone 3116-4819. Se for assaltado, mantenha calma e nunca reaja”, concluiu Marcos César.

Com tantos casos de roubos e furtos de veículo, não dá para os proprietários não gastar com um pouco a mais com o seguro. Esse foi o caso da estudante de fisioterapia, Tina Cardoso. Ela comprou um veículo Celta e teve que deixar o carro na concessionária até que o seguro fosse até o local fazer a vistoria e que a primeira parcela fosse paga. Não podemos vacilar diante de tantos casos. “É preferível gastar mais, porém, não podemos correr o risco de rodar com o carro sem seguro”, reforçou.

(Tribuna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário